google-merchant-center

A internet tem oferecido várias ferramentas para aumentar as vendas dos lojistas, de forma que atinjam com maior eficiência o público-alvo. Quem não fica atento às novidades em termos de vendas, acaba deixando a concorrência em vantagem.

Para quem utiliza o dropshipping em seu comércio online, é mais que importante entender o funcionamento do Google Merchant Center para, posteriormente, poder fazer ótimas campanhas no Google Shopping.

Uma das empresas que mais tem se destacado em termos de serviços para vendas na Internet é o Google. Se você faz vendas online, possivelmente já tenha ouvido falar no Google Shopping, uma poderosa e prática ferramenta que permite aumentar a exposição de seus produtos e, consequentemente, suas vendas.

Caso você não saiba, o Google Shopping permite que você venda através do próprio Google, por meio de vitrines que mostram a imagem, o título e o nome da loja de cada produto, bastando um clique para ser direcionado diretamente à loja.

Os resultados do Google Shopping, por sua vez, aparecem no topo das listas de busca do Google, antes mesmo dos anúncios pagos, o que é um diferencial enorme.

Além disso, o Google Shopping conta com uma página própria, um marketplace onde você pode buscar produtos com maior detalhamento de acordo com categorias e outras especificações. Mais adiante, vamos ver um pouco mais sobre o Google Shopping.

O Google Shopping teve seu grande “boom” a partir de 2017, quando se expandiu de forma incrível, passando a ser mais utilizado e a gerar faturamentos recordes. Esse  cenário prosseguiu em 2018 e todas as expectativas levam a acreditar que será ainda melhor em 2019.

Portanto, se você ainda não desfrutou dos benefícios do Google Shopping, esse serviço de baixo custo que funciona a partir de Custo por Clique – CPC, está perdendo tempo (e dinheiro!)

Os anúncios do Google Shopping funcionam a partir de uma ferramenta chamada Google Merchant Center, que é a central dos anunciantes. Lá, você envia seus produtos em forma de arquivo com fotos e dados, e, vinculando uma conta Google Ads (antigo Google Adwords) à sua conta Merchant, pode configurar seus anúncios Google Shopping de acordo com seus objetivos e seus recursos.

Neste artigo, vamos falar exatamente sobre esta ferramenta “protagonista” em termos de Google Shopping, que é o Google Merchant. Vamos mostrar a você como criar uma conta e enviar seus primeiros arquivos, para depois configurar seus anúncios no Google Ads.

Com certeza o Google Merchant pode ajudar muito seu negócio, por isso, siga lendo e não perca nosso passo a passo e nossas dicas de como utilizá-lo da melhor maneira para se destacar nas vendas online conquistando muito tráfego.

Para facilitar sua leitura, organizamos a estrutura do artigo em tópicos:

Então, vamos lá? Vem com a gente aprender como vender mais e melhor na Internet!

O que é Google Merchant Center?

Merchant Center
Google Merchant Centar

Como dissemos, é uma ferramenta para anunciantes do Google. Ela trabalha junto com o Google Ads, cadastrando seus produtos que são enviados como arquivos com imagens e informações detalhadas de cada produto.

O Google Merchant Center permite que você entregue os anúncios mais completos do Google!

Experimente fazer uma busca pelo Google. Digite o nome de um produto qualquer, por exemplo, “tênis Nike modelo X”, e você vai ver que aparecerá, no topo da busca, uma lista com imagens de produtos linkados para as lojas.

Esse é o resultado dos anúncios Google Shopping, que são configurados a partir de uma conta no Google Merchant Center.

Em resumo, o Google Merchant Center é uma plataforma em que você faz upload de suas listas de produtos para que sejam utilizadas em anúncios no Google Shopping.

Como funciona o Google Merchant Center?

A plataforma do Google Merchant Center recebe listas com dados dos seus produtos, disponibilizando-os para serem inseridos em campanhas no Google Ads.

O Google Merchant Center, em parceria com o Google Shopping, funciona a partir destes procedimentos:

  • Criação de conta;
  • Criação e cadastro de seu feed de produtos (são permitidos diferentes formatos de arquivo);
  • Vinculação de sua conta a uma conta sua no Google Ads;
  • Configuração de suas campanhas no Google Ads, a partir do feed de produtos enviado no Merchant.

Viu só? Tudo muito simples e prático.

Se você ainda não está convencido sobre as vantagens de utilizar o Google Merchant para criar anúncios Google Shopping, continue lendo e veja como ele pode ser tão eficiente quanto os anúncios do Facebook, com um custo de acordo com o número de resultado em cliques.

Vantagens do Google Merchant Center

Além da praticidade e usabilidade, o Google Merchant Center disponibiliza algumas vantagens para você vender pela Internet. Com ele, você poderá:

  • Atrair mais compradores potenciais;
  • Atingir compradores quando estiverem utilizando o Google, o YouTube e toda a Internet para realizar compras;
  • Controlar a maneira como seus produtos serão exibidos online;
  • Maior rentabilidade dos anúncios da lista de produtos, o que gera maior ROI (Retorno Sobre Investimento) que anúncios de texto;
  • Anúncios mais específicos, com imagem e informações detalhadas de cada produto;
  • Menor custo que anúncios que não são da categoria Google Shopping no Google Ads, com CPC mais em conta;
  • Remarketing: é possível se inscrever para o remarketing dinâmico, em que os vendedores realizam remarketing para os visitantes, de maneira a exibir produtos específicos que estes visualizaram em sua loja. Tais produtos são “puxados” do feed do Google Merchant e colocados em forma de anúncios gráficos. Como os cliques, os anúncios de remarketing têm um custo bastante vantajoso.

Google Merchant Center como ferramenta do Google Shopping

Já mencionamos que o Google Merchant Center é uma ferramenta do Google Shopping, uma modalidade de anúncios do Google.

Para criar anúncios Google Shopping, você precisa primeiro criar uma conta no Google Merchant Center (como veremos mais adiante) e vinculá-la a uma conta no Google Ads. Essa vinculação é muito simples, basta clicar na opção de vincular contas do Merchant. Assim, Google Merchant, Google Ads e Google trabalham conjuntamente para que você possa ter o menor custo com os maiores retornos.

Uma dica é escolher bem qual e-mail utilizar, prefira utilizar a mesma conta de e-mail do Google Ads, já que elas serão conectadas.

Para conectá-las, vá ao canto direito superior da página do Google Merchant Center e clique nos três pontos, selecionando “Vinculação de contas”. Após realizar a vinculação, aparecerá o status de que as contas Merchant e Google Ads estão vinculadas.

Mas atenção: caso os e-mails das duas contas sejam diferentes, o esquema é um pouco mais complexo, como você verá.

Como anunciar no Google Shopping

Anunciar no Google Shopping é muito simples. Você começa com um cadastro no Google Merchant Center, vincula sua Conta Google Ads e configura os anúncios.

Pelo Merchant você envia os produtos e suas especificações – quanto mais informações, melhor – através do feed, configurando algumas especificações. Pelo Google Ads, você configura cada campanha de acordo com várias especificidades.

Assim, os anúncios são exibidos em vitrines privilegiadas no Google, e seus produtos também aparecem no site próprio do Google Shopping, um marketplace bastante útil e com muitas opções de compra dos mais variados produtos.

Veja aqui as dicas da Google para criar seus anúncios no Google Shopping.

Como configurar o Google Merchant Center

Pois bem, agora vamos mostrar a você como configurar sua conta no Google Merchant Center, que é o primeiro passo para começar a anunciar no Google Shopping.

Criando sua conta

Em primeiro lugar, vá até o site do Merchant e clique em “INSCREVER-SE”. Preencha as informações necessárias.

Criando conta no Merchant Center
Criando conta no Merchant Center

O ideal é que o e-mail usado no cadastro do Merchant seja o mesmo que o da conta do Google Ads, embora isso não seja obrigatório.

Isso porque essas duas contas vão ser conectadas para a criação de anúncios no Google Ads (clique nos três pontinhos do canto superior direito e em “Vinculação de contas”).

Se os seus e-mails forem diferentes para o Merchant e o Ads, clique em “Vincular conta” na parte inferior da página e insira seu ID Google Ads.

O Merchant vai verificar se você é mesmo o proprietário do endereço vinculado aos seus anúncios.

Para isso, vá até a guia “Informações comerciais” do endereço que você pretende anunciar, e selecione “site”. Há diferentes métodos para fazer esta verificação, no caso de e-mails diferentes para Merchant e Ads:

  1. Baixar um código HTML e o adicionar ao arquivo do tema do seu site na tag “<head>”;
  2. Através de um arquivo HTML que você vai enviar ao seu site, método mais utilizado;
  3. Através do Google Analytics;
  4. Através do Google Tag Manager.

Lembre-se: utilizando o mesmo e-mail para o Merchant e o Ads, esta etapa não é necessária.

Vincular conta Merchant Center
Vincular conta Merchant Center

Configurando envio, frete e impostos

Antes de veicular qualquer anúncio, você terá que definir envio, frete e impostos.

Para impostos, clique em “Impostos” no menu à esquerda.

Configurando o Google Merchant Center
Configurando o Google Merchant Center

Configurar o envio é um pouco mais complexo. Selecione “Envio” no menu à esquerda, informando locais, preços e pesos de cada tipo de envio disponibilizado.

Caso selecione frete grátis, defina a taxa fixa e escreva $0,00 para o preço, ou seu cliente não vai ver a informação “frete grátis” em seus anúncios Google Shopping.

Google Merchant feed

O feed de produtos é a parte mais importante na configuração de sua conta no Google Merchant Center.

Feeds correspondem a arquivos de produtos com descrições/atributos de cada produto, o que os torna únicos e – quanto mais informações – mais fácil sua identificação nas buscas.

Existem várias maneiras de realizar essa configuração. Porém, para definir seu feed de produtos você vai ter que, primeiramente, clicar em “Produtos” no menu à esquerda, e em seguida em “Feeds”.

Configurar feed Google Merchant Center
Configurar feed Google Merchant Center

Algumas formas possíveis para conectar seus feeds (arquivos com todas as informações de seus produtos) à conta Merchant são:

  • Upload de arquivos TXT ou CSV;
  • API;
  • Deed em uma URL, que permite ao feed ser atualizado de maneira dinâmica.

Pronto, agora o feed está conectado ao Google Merchant Center. Agora é esperar que seus produtos sejam liberados ou não, o que pode demorar até 72 horas.

Dica: coloque o maior número de informações possíveis em cada produto, com fotos de alta resolução, inclusive citando o código do produto ou o código de barras.

O Google Shopping pode deixar em segundo plano produtos com fotos de má qualidade ou com poucas e inespecíficas informações.

Veja aqui algumas dicas Google para configurar seus anúncios Google Shopping no Google Ads.

Feeds complementares Google Merchant Center

O Google Merchant Center utiliza feeds principais e complementares para otimizar os dados e atributos dos produtos que você anuncia no Google Shopping.

A partir de 2017, o Google Ads passou a apresentar novidades em relação aos feeds e dados de produtos inseridos no Google Merchant Center.

Agências de links patrocinados trabalham detalhadamente para desenvolver e editar arquivos de feed, de maneira que os produtos sejam veiculados eficientemente em forma de anúncios do Google Shopping, o que reflete em mais vendas.

Feeds principais

Os arquivos chamados de feeds principais são as principais fontes a que o Google Merchant Center recorre para conseguir informações de produtos anunciados no Google.

Caso as informações do feed principal correspondam às especificações dos dados dos produtos, apenas o feed principal é necessário. Aqui, o analista de links patrocinados pode incluir ou remover informações sobre os produtos, definindo até idioma e país de destino, por exemplo.

Feeds complementares

Os feeds complementares são necessários apenas quando o anunciante deseja incluir informações adicionais às dos feeds principais. Esses feeds não podem ser usados de maneira independente, então não se pode acrescentar ou remover produtos dos feeds complementares, que apenas adicionam dados aos feeds principais.

Algumas das possibilidades dos feeds complementares são:

  • Acrescentar e alterar rótulos específicos para gerir campanhas;
  • Acrescentar GTIN (código de produto);
  • Acrescentar e modificar códigos de promoção;
  • Acrescentar dados de inventário local.

É verdade que a gestão de feeds não é exatamente simples, mas ela é a chave para que os anúncios de seus produtos sejam mostrados com informações apropriadas para seu público-alvo, e na hora certa.

Gerencie os feeds com cuidado para melhor desempenho de seus links patrocinados no Google Shopping.

Então, o que achou de nossas dicas sobre como começar a utilizar o Google Merchant Center para ajudar seu negócio a se destacar no mercado?

Não deixe de sempre pesquisar inovações e alternativas de marketing digital: a propaganda é a alma do negócio, e isso não vai mudar nunca!

Dropshipping com Google Shopping

Se você utiliza no seu e-commerce o método de estoque terceirizado, conhecido como dropshipping, está mais do que na hora de anunciar no Google Shopping.

As lojas virtuais “tradicionais” já fazem uso dessa vitrine do Google, gerando vendas recorrentes todos os dias. Portanto, faça o mesmo!

Faça o seu e-commerce bombar ainda mais!

Se você ainda não conhece o dropshipping, assista uma vídeo aula que vai te mostrar como ganhar muito dinheiro vendendo produtos em loja virtual sem precisar gastar com estoque.