Copywriting

Se você vende pela internet, através de e-commerce ou outra forma, precisa se inteirar ao máximo sobre marketing digital. Novas técnicas estão sempre surgindo, assim como tecnologias que ajudam a vender. Quem não se atualiza, fica para trás da concorrência.

Hoje vamos falar sobre uma estratégia de marketing digital vital para o sucesso de qualquer negócio online: copywriting.

Você provavelmente já ouviu falar neste termo. Mas você sabe, realmente, o que significa copywriting? Conhece suas técnicas?

Queremos ajudar você a atingir mais seu público-alvo e aumentar suas vendas. Por isso, neste artigo, vamos lhe mostrar o que exatamente é o copywriting, bem como sua importância, apresentando exemplos e dicas práticas.

Para facilitar sua leitura, organizamos o conteúdo nos seguintes tópicos:

Siga com a gente e aprenda mais sobre a arte de vender (ou converter) pela internet!

O que é copywriting?

O copywriting não tem uma tradução específica em português, mas significa escrita persuasiva. São palavras cujo objetivo essencial é converter usuários, incentivando ações, como clicar em algo, realizar um cadastro ou comprar alguma coisa.

Basicamente, o copywriting é parte do marketing digital e das estratégias de vendas e conversão de uma empresa.

O copywriting recorre a gatilhos e técnicas para conseguir converter usuários ou vender produtos e serviços. Alguns desses gatilhos para ganhar os potenciais clientes são:

  • escassez;
  • urgência;
  • storytelling (técnica para contar histórias interessantes, relevantes e que impactem, de maneira persuasiva);
  • curiosidade.

A meta do copywriting é levar o leitor a tomar uma decisão.

A ação de escrever o texto de vendas, a qual é chamada de copy de vendas, é realizada com a pretensão de valorizar uma marca, aumentando, assim, seu reconhecimento. Isso ocorre através da persuasão, ao tentar convencer uma pessoa ou um grupo de pessoas a tomar certa atitude.

Alguns dos objetivos específicos de persuasão do copywriting, voltados ao leitor, são:

  • inscrever-se em uma newsletter ou em alguma lista;
  • visitar artigos em um blog;
  • baixar conteúdo e
  • adquirir um produto ou serviço.

O conteúdo do copywriting deve atender às expectativas do público-alvo: apresentar o que ele está procurando ou pode ter interesse em procurar. Para uma escrita de copywriting eficiente, é necessário definir bem as estratégias, a persona e sua jornada.

Lembrando que persona é um personagem fictício, mas totalmente baseado na realidade, representando o cliente ideal em uma estratégia de vendas. Em copywriting, é o leitor que desejamos captar e engajar.

Por outro lado, a jornada da persona, conhecida como funil de vendas, é o caminho dessa persona desde o momento em que encontra um conteúdo até a execução da ação proposta pelo texto.

A jornada tem 3 etapas básicas, com objetivos de conversão diferentes:

  1. Topo do funil: a persona percebe que tem um problema ou uma dor, e o texto deve tratar dessa carência;
  2. Meio do funil: a persona tenta achar uma solução para o problema, podendo ser através de artigos, por exemplo;
  3. Fundo do funil: a persona tem ciência de como solucionar seu problema ou sua dor de maneira ideal, portanto, o conteúdo deve mostrar como as informações e propostas da copy podem ajudar.

Qual a importância do copywriting?

É certo que o copywriting, ou escrita persuasiva, é essencial para qualquer negócio online que queira se destacar no mercado. Isso é comprovado pelos inúmeros exemplos de como sua utilização foi capaz de turbinar vendas de empresas e elevar conversões, através de campanhas e de páginas de vendas.

Vale ressaltar que copywriting não é a mesma coisa que marketing de conteúdo ou redação publicitária, apesar do fato de todos eles trabalharem com o desenvolvimento de textos para marcas e empresas.

E o que diferencia o copywriting? Os objetivos e as ferramentas utilizadas para chegar até público.

Portanto:

  • marketing de conteúdo visa à jornada do cliente, atraindo novos consumidores através de conteúdos como blog, postagens, infográficos e e-books. Seus resultados, em geral, aparecem de médio a longo prazo;
  • redação publicitária: o objetivo maior é construir a imagem da marca, criando ações para que haja reconhecimento do público-alvo.

Exemplos de copywriting

Títulos “matadores”

  • A verdade sobre …!
  • O que todos os … deveriam saber sobre ….!
  • AVISO: antes de você …, LEIA ISTO!
  • Descoberta fantástica sobre …!
  • Um segredo incrível que pode …!
  • Como ter … sem …!
  • Ganhe até R$ … por ano como …!
  • Compre … incrivelmente barato!
  • Ganhar … pode ser mais fácil do que você pensa!
  • (Cidade) (ocupação) ganha R$ … por dia com …!
  • Como ganhar R$ … até R$ … por mês em casa!
  • A história incrível de ….!
  • Descubra como … em 30 dias – Garantido!
  • Diga adeus a … para sempre!
  • Como (benefício 1), (benefício 2), (benefício 3) e (benefício 4)!

Textos irresistíveis

Trello

O texto explicativo da Trello apresenta clareza, precisão e é capaz de incentivar o cadastro grátis.

Evernote

“Sinta-se organizado, sem esforço. Evernote ajuda você a capturar e organizar ideias, projetos e listas de tarefas, então nada foge.”

Eficaz e conciso, explicando o que é o aplicativo e os benefícios aos usuários, ganhando a credibilidade do público.

KFC

Eis mais um exemplo de copywriting inteligente, dessa vez “salvador”. Ele começa com “FCK, sentimos muito”.

A história do KFC nos mostra como o copywriting pode resgatar uma empresa de uma crise inimaginável.

No começo de 2018, o KFC foi obrigado a fechar todos os seus restaurantes no Reino Unido. O motivo? Não tinham frango. E frango é o “C” de “chicken”, do nome da empresa. A reação da organização poderia ter sido dramática, recorrendo a ações onerosas e desesperadas, mas, em vez disso, eles desenvolveram um espirituoso anúncio que contém um jogo de palavras com o nome da marca, a fim de pedir desculpas aos clientes: “Fck, sentimos muito”.

O resultado? Aumento nas vendas e conversões, e uma saída inteligente e eficiente da crise do frango.

Outro exemplo de copywriting de sucesso é o famoso caso do The Wall Street Journal, através da carta de Martin Conroy. O jornal buscava assinantes, e uma carta foi escrita em 1974 por Conroy e enviada durante 25 anos pelos correios. Resultado: mais de 2 bilhões de dólares de faturamento.

Essa carta tornou-se uma referência para copywriters no mundo inteiro, pois utilizava elementos como prova social, especificidade e storytelling (vamos ver mais sobre este mais adiante).  

O que é um copywriter?

Um copywriting eficiente deve ser desenvolvido por bons profissionais chamados copywriters. Copywriter é uma área inovadora de formação profissional, que pode gerar retorno financeiro satisfatório.

Por se tratar de uma área tão recente e moderna, a maior parte dos copywriters se especializa por meio de cursos online e eventos.  

O copywriter:

  • não se restringe à escrita. Essa é apenas uma parte do seu trabalho;
  • deve listar as necessidades principais do cliente potencial, com extensa pesquisa que permita mostrar os benefícios do produto ou serviço de maneira persuasiva para a persona. Só então vai estar apto a redigir o texto;
  • precisa ter ciência do que o cliente está procurando no produto oferecido, compreendendo o que pode afastar esse cliente em potencial da compra ou do engajamento. Esses afastamentos são chamados de objeções.

Vai fazer copywriting para um café? Saiba exatamente onde se localiza, quais são os hábitos de compra dos clientes do estabelecimento, o que o local oferece etc. Assim, vai saber em quais benefícios/produtos/serviços focar para fisgar o cliente de vez.

  • necessita saber para qual público vai escrever, evitando a generalização e priorizando a efetividade;
  • ser específico e conciso ao escrever. O  texto deve “caber direitinho” no cliente em potencial.  

Como o copywriting pode ajudar seu negócio virtual?

Eis o X da questão. Já comentamos sobre os objetivos e características do copywriting, assim como sua importância, fornecendo exemplos bem-sucedidos de escrita persuasiva.

Mas, de forma prática, como o copywriting pode ajudar seu e-commerce? Ou melhor, aumentar suas vendas e conversões de clientes?

O copywriting pode aumentar o engajamento dos seus anúncios, por exemplo, através das seguintes técnicas:

  • gancho: são poucos segundos para chamar a atenção do cliente em potencial. Tente informações surpreendentes, que despertem curiosidade e levem o usuário a conferir o conteúdo ou a realizar a ação planejada. Exemplo: Você sabia que…?
  • apresentação, autoridade e fonte: uma vez que você chamou a atenção do leitor, deve validar as informações, mostrando a fonte. Isso significa autoridade e comprometimento com o produto ou serviço oferecidos. Exemplo: “Meu nome é … e sou … com … anos de experiência. Ajudo … a superar períodos difíceis como …;
  • dores frequentes: antes de escrever o texto ou fazer um vídeo, procure listar desejos e problemas (dores) do consumidor-alvo, deixando claro como você pode ajudá-lo. Exemplo: Sabemos que você sofre com …;
  • apresentação do produto ou serviço: diga a missão do item na vida do cliente em potencial. Exemplo: Nestes … anos, desenvolvemos um material completo para ensiná-lo a lidar com …;
  • o que o produto ou serviço pode resolver: quais dores podem ser solucionadas, explicando de forma clara? Exemplo: “Aprenda como identificar …, entendendo quando …;
  • benefícios: bônus para quem compra ou se converte. Exemplo: “Além de …, ao fazer parte do curso online …, você recebe gratuitamente …;
  • pagamento e garantia: é importante mostrar ao cliente o formato do produto, o valor que ele vai pagar para obtê-lo, e como o acesso é simples para produtos digitais. Não esquecer os direitos do consumidor, como período de garantia e política de devolução. Exemplo: O curso … é formado por videoaulas em um site seguro e de acesso fácil. Já o pagamento deve ser seguro, e tão logo seja realizado, o usuário deve receber em seu e-mail as informações para baixar o conteúdo;
  • Call to Action: finalmente, após mostrar os benefícios do produto ou serviço, você deve chamar o cliente à ação. É o que você deseja que o seu cliente faça após ler o conteúdo do copywriting. Indica-se um CTA no imperativo para maior eficiência.

Enfim, copywriting pode ajudar seu negócio ao engajar e captar seu cliente em potencial, de maneira a aumentar vendas e conversões. Você pode oferecer conteúdos como e-books, cursos online e videoaulas em troca de cadastro na sua newsletter ou de descontos. São muitas as possibilidades.

Dicas práticas de copywriting

Agora, vamos apresentar a você algumas dicas específicas para ajudá-lo a escrever textos persuasivos que atinjam em cheio seus objetivos. Vamos lá?

  • clareza: palavras atuais, frequentes, sem enrolação, informais. Clareza permite que você e seu cliente se compreendam mutuamente;
  • objetividade: tem a ver com clareza. É concisão, é ir direto ao ponto principal. Isso significa agregar valor ao leitor. Evite frases muito longas;
  • persuasão: convencer é a alma do copywriting. Levar a uma ação não é tão simples. Foque no cliente, não na empresa. Diga o que ele pode ganhar com o que você oferece;
  • subtítulos e listas: títulos são muito importantes, como vimos neste artigo, assim como listas práticas. Evite “muros de palavras” que desestimulem a leitura;
  • microtextos: são textos pequenos, rápidos e “matadores”. São instrucionais, aparecendo em botões ou formulários. Pode ser até mesmo apenas uma palavra. O objetivo é o impacto e a conversão;
  • Call To Action: atente a essa parte do copywriting, que fica no final do conteúdo. Saiba chamar para a ação;
  • monitoramento da concorrência: essa dica vale para qualquer negócio e qualquer aspecto do marketing;
  • conhecimento de seu público-alvo: saiba seu comportamento, seus desejos, suas dores. Você pode pesquisá-lo em redes sociais, por exemplo, ou realizar pesquisas de opinião;
  • otimização: faça testes, alterando tamanhos, posições, cores, fontes, palavras e o que mais você achar que possa fisgar sua persona. Avalie as métricas das campanhas realizadas e percebe o que funciona e onde investir com sucesso.

Então, o que você achou do nosso conteúdo sobre copywriting? Esperamos ter te ajudado a aprender como fazer copywriting e como aumentar suas vendas e conversões.

Ah, queremos convidá-lo a assistir a este vídeo, uma entrevista do Caio Ferreira e o especialista Jonathan Taioba. No vídeo, ele oferece informações importantíssimas sobre anúncios persuasivos de copywriting.

Até a próxima e boas vendas!

Avatar
Responsável pelo marketing da Empreenda Ecommerce e junto do time de conteúdo tem a missão de ajudar qualquer pessoa a empreender e ter sucesso no mercado de e-commerce. Ele também acredita que a 'Força' é o que dá poder a um Jedi e mantém a galáxia unida.