bancos digitais

A tecnologia tem proporcionado diferentes alternativas para realização de atividades que, até então, exigiam locomoção física, como comer em um restaurante ou fazer compras em uma farmácia.

Os bancos digitais são um exemplo disso. Eles vieram para trazer praticidade para quem precisa movimentar ou monitorar sua conta bancária com certa frequência, mas não tem tempo ou paciência para ir até uma agência física. 

E é neles que vamos nos aprofundar hoje! Continue a sua leitura.

O que são bancos digitais?

Os bancos digitais são empresas que não possuem um atendimento presencial (as chamadas agências físicas). Eles contam com a maior parte das funcionalidades encontradas dentro de um banco físico, como abertura de conta, transferência ou SAC. Entretanto, tudo é feito de forma online, por meio do aplicativo de celular do próprio banco, chamado de internet banking.

A proposta deste tipo de instituição é trazer agilidade e rapidez para os clientes que não querem ou não podem ir até uma agência para abrir, movimentar ou apenas ver o extrato da sua conta.

A conta pode ser acessada via computador/notebook, porém, é mais comum encontrar bancos que tenham apenas um aplicativo de celular próprio, no qual é possível realizar todas as movimentações e entrar em contato com a empresa. Ao solicitar um cartão, o mesmo é entregue em sua residência por meio de um serviço de entrega. Já as faturas são recebidas por e-mail.

Para abrir uma conta digital é muito simples: acesse o site ou aplicativo do banco escolhido e preencha um formulário com as suas informações pedidas. Após o cadastro, serão solicitadas fotos tiradas na hora dos seus documentos (RG, comprovante de residência, etc.) além de uma foto sua, para provar a autenticidade da conta.

Após isso, a instituição fará uma verificação dos dados enviados por você e uma análise de crédito. E então, se aprovado, será estipulado o limite de crédito que o seu cartão terá (é possível pedir um limite maior futuramente). Após tudo liberado, você poderá acessar a sua conta normalmente e começar a fazer movimentações e/ou investimentos.

Quais as diferenças entre um banco digital e um banco tradicional?

banco-digital-vs-banco-tradicional

Os bancos digitais podem proporcionar juros mais baixos e até mesmo eliminar certas taxas, como anuidade do cartão e a cobrança de um valor a mais para realizar transferências.

Outra diferença é que, para sacar dinheiro em um banco tradicional, você precisará se dirigir até uma agência ou procurar um caixa eletrônico do seu banco. Caso queira tirar dinheiro de uma conta digital, o processo dependerá da instituição.

Em alguns casos você precisará ir até um caixa 24 horas (que também permite o saque de bancos tradicionais), em outros, o saque não é possível. Assim, para resgatar o dinheiro é necessário fazer um TED para outra conta bancária (isso acontece nos casos de instituições não bancárias que possuem contas digitais). Para muitos isso não é um problema, visto que a transferência não tem custo algum.

Uma outra diferença entre bancos digitais e tradicionais é que, no primeiro tipo, não é necessário o comparecimento em uma agência para realizar alguma ação. Enquanto nos bancos físicos o cliente precisará se dirigir até um estabelecimento físico do banco para abrir uma conta ou pedir o aumento do seu limite de crédito, por exemplo.

Além dos bancos totalmente digitais, ainda existem instituições tradicionais que oferecem contas digitais, como é o caso do Banco do Brasil. Entretanto, eles não oferecem tantas funcionalidades, além de exigirem o pagamento de taxas para realização de certas atividades.

Outra diferença é que, em alguns bancos digitais, é possível fazer investimentos diretamente pelo aplicativo e sem nenhum tipo de cadastro em corretora. Para começar a fazer essa ação em um banco tradicional, é preciso ir até a uma agência e conversar com um dos gerentes da instituição.

Quais os bancos digitais existentes no Brasil?

No Brasil, já existe uma considerável variedade de bancos digitais, entretanto, escolher entre um deles não é uma tarefa tão fácil, já que eles podem contar com diferentes benefícios para o consumidor. Confira, a seguir, alguns dos principais bancos digitais brasileiros:

Banco inter

O Banco inter é um dos primeiros bancos digitais do país. Com sede em Belo Horizonte, a instituição oferece diversos benefícios para os seus clientes, como a possibilidade de pagar e emitir boletos pelo aplicativo de forma gratuita.

A instituição não cobra taxas de manutenção, além de contar com transferências  e saques ilimitados. Além disso, é oferecido um cartão de crédito internacional sem anuidade, porém sem programa de milhas.

Agibank

A empresa pertence a financeira Agiplan, fundada em 1998, em Caxias do Sul. Um dos diferenciais dessa instituição é que ela possui algumas agências físicas espalhadas pelo país, permitindo que o cliente tire dúvidas não apenas pelo internet banking, mas também de forma presencial.

A Agibank não cobra taxa para a manutenção da conta e permite até 4 transferências gratuitas por mês para outros bancos, além de 4 saques em bancos 24 horas ou nos caixas de Saque Pague. 

C6 Bank

O C6 Bank foi fundado pelos antigos sócios da BTG Pactual. Além de você poder realizar ações como transferências e utilização de cartão de crédito, também é possível fazer investimentos diretamente pelo banco.

O cartão da C6 Bank é totalmente gratuito, bem como a sua anuidade (a menos que o cliente opte por utilizar o cartão carbon, que necessita do pagamento de uma taxa de R$1,020,00 por ano).

Banco Original

Também considerado um dos primeiros bancos digitais do país, o Banco Original permite abrir conta, gerenciar seus gastos e outras funcionalidades diretamente do seu app. Entretanto, a isenção de tarifas só é habilitada para clientes que investiram mais de 100 mil reais com a instituição.

O Banco Original não cobra por saques ou transferências durante o período de um ano, além de oferecer um cartão internacional sem pagamento de anuidade. Entretanto, o Original cobra uma taxa de manutenção pela conta. 

Neon

Em 2018, o banco Neon precisou ser fechado por problemas de gestão. Porém, uma parceria feita com o banco Votorantim permitiu que os serviços de conta-corrente e investimentos continuassem em operação.

O banco Neon não cobra taxas de manutenção e oferece aos seus clientes um cartão Visa sem anuidade. O saque em caixas 24 horas pode ser feito mediante o pagamento de uma taxa.

Nubank

Inicialmente com o objetivo de ser apenas um serviço de cartão de crédito sem anuidade, o Nubank resolveu expandir o negócio para se tornar um banco digital, com a criação da NuConta. Um grande diferencial dessa instituição é que o dinheiro alocado em uma NuConta recebe juros, pois o rendimento é ligado à taxa Selic.

A instituição oferece um cartão internacional sem anuidade e com programa de pontos e descontos em empresas parceiras. Além disso, o dinheiro retido na conta tem remuneração de 100% do CDI.

PagSeguro

Além de ser uma empresa para a realização de pagamentos online, o PagSeguro oferece uma conta digital para micro e pequenas empresas, além de uma maquininha para realizar a venda de produtos por cartão de crédito e débito.

Abrir uma conta no PagSeguro também dá direito a um cartão de crédito internacional sem anuidade, além de não cobrar taxas para transferências, pagamentos e recargas de celular.

SofisaDireto

A SofisaDireto, além de ser um banco digital, também permite que seus clientes façam um investimento de, no mínimo, R$ 1,00 em qualquer modalidade de aplicação em renda fixa disponibilizada pela instituição.

Mercado Livre

Além do seu site para compra e venda de produtos, a empresa também tem planos de abrir o seu próprio banco digital, com conta digital, conta-salário e um cartão de crédito.

Instituições tradicionais com contas digitais

Além desses bancos totalmente digitais, ainda existem contas ou versões de bancos digitais feitas por instituições tradicionais. Esta é uma forma que os bancos clássicos encontraram de atrair os clientes mais tecnológicos e que gostam da segurança de ter uma agência física. Confira alguns deles:

  • Banco bari – Versão digital do Banco Barigui;
  • BB Digital – Versão digital do Banco do Brasil;
  • B2B – Versão digital do banco Bonsucesso;
  • Conta Corrente Online – Versão digital do banco Itaú;
  • Money Ex – Versão digital da Caixa Econômica Federal;
  • Next – Versão digital do Bradesco
  • Pag! – Iniciativa do grupo Avista;
  • SuperDigital – Versão digital do banco Santander.

Por que eu deveria abrir conta em um banco digital para a minha empresa?

abrir-conta-banco-digital

Muitos bancos digitais oferecem a possibilidade de abrir uma conta PJ, ou seja, permitem a alocação do dinheiro da sua empresa, além das finanças pessoais. A grande vantagem desse modelo de conta é que ela também pode ser gratuita (como no caso do Banco Inter e Nubank) e com juros e taxas reduzidas, trazendo mais economia para a instituição.

Além disso, algumas instituições permitem a emissão de boletos de forma gratuita, o que levará maior praticidade para seus clientes e parceiros (além de permitir que eles efetuem pagamentos para você sem taxas de transferências).

Confira, abaixo, todos os benefícios que uma conta digital pode trazer para você:

Quais as vantagens dos bancos digitais?

Praticidade

Os bancos digitais evitam que você pegue filas em agências para realizar ações ou tirar dúvidas. Além disso, suas taxas são menores que as dos bancos físicos (em alguns casos, até inexistentes), fazendo com que você tenha uma maior economia.

Menos burocracia

Bancos digitais também contam com pouca burocracia, permitindo que a sua conta seja liberada para uso em pouco tempo. A liberação da função crédito em cartões também costuma ser bastante rápida, e o pedido pode ser feito inteiramente pela internet.

Simplicidade

Criar ou acessar a sua conta digital é bastante simples, precisando apenas de alguns toques na tela e o envio de uma foto sua e dos documentos requeridos. Em poucos dias você pode acessar todas as funcionalidades do seu novo banco.

Funcionamento 24 horas

O funcionamento dos bancos digitais é de 24 horas, ou seja, você poderá agendar ou fazer uma transferência em qualquer horário ou em qualquer lugar (e sem pagar a mais por isso).

Emissão de boletos

Para os pequenos empresários ou profissionais autônomos, alguns bancos permitem a emissão de boletos gratuitamente, sendo mais uma forma de trazer praticidade para os seus próprios clientes.

Agilidade em caso de perda/roubo de cartão

Caso você tenha problemas com o seu cartão, como perda ou roubo, o seu bloqueio pode ser solicitado imediatamente por meio dos aplicativos, impedindo que pessoas façam compras utilizando a sua conta com má intenção.

Possibilidade de fazer investimentos

Se você quer começar a fazer investimentos, poderá utilizar o seu banco digital como uma espécie de home broker, onde poderá realizar alguns investimentos utilizando o próprio dinheiro da sua conta. Em algumas instituições é possível fazer um teste para descobrir que tipo de investidor é você e quais os melhores investimentos para o seu perfil.

Inclusão bancária

Em uma pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva, 1 em cada 3 brasileiros não possuem uma conta em nenhum tipo de banco. Com os bancos digitais, essas pessoas poderão criar sua primeira conta de forma gratuita e rápida, aprender a gerir e guardar melhor o seu dinheiro e até mesmo a fazer investimentos.

Quais as desvantagens de um banco digital?

Além das vantagens, é preciso ficar atento para possíveis problemas que as contas digitais podem oferecer. Confira alguns deles:

Falta acessibilidade

Uma desvantagem dos bancos digitais é que existem cidades nas quais não existem caixas 24 horas, impedindo que o cliente saque seu dinheiro sem precisar transferi-lo para outro banco.

Sem talões de cheque

Os bancos digitais ainda não oferecem talões de cheques, o que pode desagradar quem os utiliza com frequência. Entretanto, é possível utilizar os cartões de débito para realizar os pagamentos.

Dependência da tecnologia

Uma outra desvantagem dos bancos digitais é a sua dependência da internet. Caso fique sem seu celular ou computador, não será possível acessar a sua conta ou fazer movimentações.

Estrutura pequena

Bancos totalmente digitais costumam ser instituições novas e pequenas, com pouco tempo no mercado. Isso acaba gerando insegurança para pessoas mais conservadoras e investidores, que possuem o medo da instituição fechar e os clientes sofrerem prejuízos.

Risco de ataques por hackers

Como o dinheiro e informações dos usuários são guardadas digitalmente, hackers podem se aproveitar de alguma vulnerabilidade e acessar dados ou até mesmo furtar o dinheiro dos clientes, o que pode trazer um grande transtorno para a empresa e seus clientes.

Assim, conhecendo melhor o que são os bancos digitais, quais são as instituições nesse setor que atuam no Brasil e as vantagens e desvantagens dessa tecnologia, você poderá decidir se esse novo modelo de banco pode se adequar às suas necessidades ou se prefere continuar usando bancos tradicionais.

As informações foram úteis? Quer receber mais conteúdos interessantes como esse em primeiro mão?

[thrive_2step id=’3150′]Então acesse à nossa lista VIP e seja o primeiro a receber nossas novidades![/thrive_2step]

Avatar
Caio Ferreira é especialista em e-commerce, marketing direto e dropshipping. Criou o curso de dropshipping do Brasil mais completo do Brasil - o Negócio em 21 Dias 2.0 - e ajudou milhares de pessoas a mudarem de vida criando suas próprias lojas virtuais na internet sem gastar nenhum centavo comprando estoque de mercadorias.