como trabalhar viajando

Nos últimos meses tem sido bastante comum encontrar pessoas que precisaram mudar o estilo de vida e a forma da qual sempre trabalharam por conta de imprevistos ou questões pessoais mesmo.

Com a demissão em massa de muitas empresas e a dificuldade de recolocação, foi necessário encontrar diferentes opções para continuar trabalhando, afinal ninguém consegue e pode ficar parado.

Ou então, que por espontânea vontade, acharam que era o momento ideal para dar uma virada e começar a empreender por contra própria, em busca de mais liberdade e qualidade de vida.

Há algum tempo, muitos vislumbraram serem donos de seu próprio negócio local, ter um restaurante, uma loja ou algo físico para tocar do seu jeito. No entanto, essa ideia começou a se transformar.

Ter um negócio físico é bem bacana, porém acaba te prendendo na sua localidade, da mesma forma que um emprego padrão CLT, por exemplo.

Você tem que estar presente para controlar tudo de perto. Ou seja, continua sem a liberdade tão almejada.

A internet, por outro lado, lhe abre as portas para que você possa trabalhar com um gigantesco mar de possibilidades a sua frente e com muito conforto.

Mais do que isso: você pode trabalhar viajando.

Já imaginou isso? Essa liberdade? Essa vida?

Se você acessar o Google agora e pesquisar pelo termo “trabalhar viajando” verá que ele te entregará, aproximadamente, 4.520.000 resultados, ou seja, milhares de opções.

Você já está pensando que seria uma grande realização largar seu emprego e trabalhar em diversas partes do mundo?

Se você tem interesse em descobrir tudo e conhecer as vantagens e desvantagens desse estilo de vida, está no lugar certo. Siga conosco essa leitura para ter informações precisas.

Você também pode utilizar os atalhos abaixo para acessar o conteúdo:

Quais as oportunidades que tenho para trabalhar viajando?

oportunidades trabalhar viajando

Podemos afirmar com quase 110% de certeza que para você conseguir trabalhar viajando, há duas opções pontuais:

  • Um cargo que demande isso: Há cargos em empresas de turismo, relações públicas ou mesmo eventos, que demandam de seu funcionário a disponibilidade de viagens constantes. Obviamente, você está viajando, mas à trabalho, logo será nas condições criadas por sua empresa;
  • Ter um negócio remoto ou trabalhar como freelancer: Com a internet ao alcance de todos, a possibilidade de ter um trabalho remoto é muito maior. Você pode ser um escritor freela, um designer remoto, ser um afiliado ou, até mesmo, ter um e-commerce, do qual pode controlar com total facilidade, de qualquer lugar do mundo. Basta uma conexão Wi-Fi ou um cabo de rede e um notebook.

Basicamente, o que você precisa é ter um trabalho que te permita essa versatilidade. Gerenciar suas tarefas de qualquer lugar do mundo, sem se preocupar em ter uma residência física, é possível, basta fazer a escolha certa.

Para você que está descontente em seu trabalho atual, não tem mais expectativas de crescimento ou já não tem motivação para estar ali.

Mas é preciso avaliar o fato de outro ângulo. Trabalhar viajando é uma vontade de muitos, mas é importante conhecer também as vantagens e desvantagens disso. Venha conhecer cada uma delas.

Vantagens X Desvantagens de trabalhar viajando

Como dissemos acima, nem tudo é totalmente bom ou completamente ruim. É preciso ter seriedade e avaliar todos os lados para entender se essa é, realmente, a vida que você quer.

Vamos começar com as vantagens de trabalhar viajando:

  1. A liberdade de estar mais próximo de quem ama;
  2. A possibilidade de conhecer milhares de lugares do Brasil e do mundo, sem a preocupação de ter que retornar a um ponto para trabalhar;
  3. A opção de fazer seu próprio horário e trabalhar quantas horas quiser;
  4. Sentir muita diferença no aumento de produtividade, afinal você estará trabalhando em ambientes inspiradores;
  5. Trabalhar remotamente lhe faz não ter a obrigação de se transportar todos os dias;
  6. É possível trabalhar com o que gosta, ganhando, muitas vezes, bem mais do que em um emprego fixo, com menos horas de trabalho;
  1. Um aumento da qualidade de vida impressionante.

Pontos bastante positivos e que fazem com que fiquemos animados com a possibilidade de trabalhar viajando, não é mesmo?

Mas é sempre importante conhecermos os dois lados da moeda antes de nos aventurarmos numa nova experiência, certo? Então conheça também os pontos negativos. São eles:

  1. O possível isolamento de contato com profissionais da mesma área, o que te faz ter que buscar atualizações constantes;
  1. A falta de comunicação pessoal. Claro que com a internet você pode marcar reuniões via Skype, Zoom, Whatsapp e qualquer aplicativo de mensagem instantânea, mas nada irá substituir a relação presencial;
  1. Você precisa se preocupar com a conexão da internet. Dependendo da localidade de sua viagem, a conexão pode ser bem ruim;
  1. É preciso ser bem controlado para que os gastos pessoais das viagens não sejam muito altos;
  1. É preciso ter planejamento, afinal seu trabalho te acompanha, então não é só colocar uma mochila nas costas e sair por aí;
  1. Você pode ter que trabalhar mais dias do que o planejado devido a possíveis imprevistos ao longo da sua jornada

Chegamos a um ponto crucial de nosso conteúdo. A partir daqui você já não pode mais dizer que não conhece os riscos e as vantagens de trabalhar viajando.

Você, agora, consegue colocar na balança esse estilo de vida e ver se é o melhor para você.

Nosso conselho é que se acha que trabalhar viajando não é algo para você, tudo bem. Temos outros conteúdos no blog que serão mais assertivos para você!

Agora, se você sabe que que esse é o estilo de vida que você quer, continue conosco!

Conquista da qualidade de vida ao trabalhar viajando

qualidade de vida trabalhar viajando

É inegável que a qualidade de vida que você ganha ao trabalhar viajando é imensamente superior. Por mais que você tenha um emprego flexível, que possa mesclar idas ao escritório com home office, ou que tenha uma excelente relação de trabalho com seus parceiros, viajar e fazer o que gosta não tem comparação.

Não é difícil imaginar o quão melhor é uma vida sem:

  • Seu chefe cobrando metas;
  • Relações de trabalho que não são frutíferas;
  • Horário para tudo: bater cartão ao entrar, ao sair para almoçar, ao finalizar o expediente;
  • Sem a obrigação de ter que acordar cedo.

Enfim, não tem jeito, ter a possibilidade de trabalhar conhecendo novas culturas, novas pessoas, novos ares, é tudo de bom!

A pergunta que fica é: Será que dá dinheiro? Será que é possível se sustentar enquanto trabalha viajando?

Responderemos a essa pergunta agora:

Será que é possível ganhar dinheiro por conta própria e viajar?

Claro que é. Não há dúvidas de que é possível conquistar um estilo de vida viajante e, ao mesmo tempo, ganhar dinheiro.

João Alberto, nômade digital e empreendedor.

Está aí, uma porção de nômades digitais que não nos deixam mentir. Eles são donos de e-commerces, lojas virtuais, afiliados, freelancers remotos e, até mesmo, testadores à distância, que lucram muito, trabalhando de qualquer lugar do mundo.

Para conquistar tudo isso, você vai precisar de organização e planejamento. Como já citamos em algum momento desse conteúdo, os resultados vêm do seu esforço..

Com dedicação e organização para chegar no objetivo traçado, você pode ter a certeza de que é, sim, possível ganhar dinheiro viajando!

Falaremos agora sobre um ponto muito importante e que gera várias dúvidas.

Como muitos vêm de mercados de trabalho mais formais, acabam achando que é necessário montar uma equipe para conseguir tocar seu novo modelo de negócio.

Vamos descobrir mais sobre isso?

É preciso ter uma equipe para trabalhar viajando?

Depende do seu modelo de negócio.

Se você montar um negócio físico, então precisará sim ter uma equipe para trabalhar viajando. Afinal, você não consegue estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Agora, se o seu objetivo é montar um negócio virtual, um e-commerce, por exemplo, você não precisa de uma equipe. Até para não gerar custos desnecessários.

Você pode executar todas as funções sem problemas. Mas, à medida em que as vendas aumentem e o trabalho fique mais pesado, você pode contratar alguém para te ajudar.

Loja Virtual: Uma possibilidade para trabalhar viajando

Ter uma loja virtual ou um e-commerce é um dos negócios mais vantajosos para quem quer viver viajando.

Ainda mais se for uma loja drop shipping, nem com estoque você precisará se preocupar.

Os dados sobre e-commerce no Brasil são extremamente impressionantes. Segundo a 36° edição do relatório Webshoppers, feito pela Ebit, o número de pedidos online, só no ano de 2017, cresceu 3,9%.

Em questão de volume de cliente, tivemos um aumento de 10,9% em relação aos anos anteriores. Ou seja, há mais pessoas interessadas em comprar online do que tínhamos antes.

O mesmo relatório ainda aponta que 25,5 milhões de consumidores fizeram, ao menos, uma compra virtual até o dia de hoje. O que prova que o consumidor, de maneira geral, está se adaptando com esse novo formato de consumo e os números serão cada vez melhores.

Para finalizar, o aumento de transações realizadas por mobile e-commerce cresceram 35,9%.

Você está conseguindo enxergar a grande possibilidade que acaba de se apresentar diante de seus olhos?

Você teria sua própria loja virtual, no segmento que mais te interessa e poderia focar em divulgação para aumentar suas vendas, porém de qualquer lugar do mundo.

Nesse ponto você deve estar pensando:

“Ok, uma possibilidade ótima. Posso anunciar meus produtos, trabalhar marketing de conteúdo, utilizar as redes sociais ao meu favor e colocar meus produtos à venda, atraindo público.

Mas como iria gerenciar estoque e envios de longe?”

E é aqui que o drop shipping aparece como uma solução.

É um método ainda é bem pouco divulgado aqui, no Brasil, porém no exterior é um dos mais utilizados por quem quer ter uma loja virtual sem ter que se preocupar com estoque e envio de produtos.

Drop shipping, sua passagem para trabalhar viajando!

Se você está há muito tempo buscando uma forma de trabalhar viajando, já tentou de tudo e nunca descobriu algo que fosse funcionar de verdade, é porque não tinha ouvido falar do drop shipping.

Com ele, você tem sua loja virtual e não precisa gerenciar estoques, funcionários ou qualquer outro tipo de ação.

Basicamente, você seria a vitrine dos produtos do seu fabricante. Com isso, toda a responsabilidade de entrega, gestão de prazo e garantia é dele e não sua.

Você seria apenas o intermediador, o captador da venda. Sem precisar investir nos produtos e correr o risco de ter um estoque parado.

Interessante, não acha?

Pois é, o drop shipping ainda é pouco explorado aqui no Brasil, mas o número de marcas nacionais que atuam nesse segmento vem aumentando.

Se você ficou interessado, confira esse vídeo bem detalhado e entenda mais sobre o assunto.

Você verá como pode iniciar sua loja virtual sem a necessidade de investir em estoque, em funcionário e, até mesmo, pensar na logística. Isso te garante possibilidades de mudar de vida e virar o jogo em poucos dias!

Responsável pelo planejamento das redes sociais e parte do time de conteúdo, ela vai roubar o tédio dos seus dias e transformar você e seu negócio com posts incríveis.