quanto custa abrir uma empresa

Se você tem o sonho de empreender e começar o seu próprio negócio, já deve ter caído em questões como:

Neste artigo trataremos sobre o segundo tópico. Este é uma dos pontos mais importantes e que merece muita atenção de quem está iniciando, pois sem um planejamento financeiro prévio, você corre o risco de começar seu negócio entrando no vermelho.

Caso você queira conhecer o custo médio para abrir uma empresa no Brasil, você pode verificar no relatório global Doing Business 2017 , produzido pelo Banco Mundial.

Porém, o mais importante não é verificar desta forma (através do custo médio) as despesas para abrir uma empresa, pois os valores podem variar muito.

Por exemplo, há diferentes valores de estado para estado. O custo para abrir uma empresa no Rio de Janeiro é diferente do custo para abrir em São Paulo.

Além disso, existem diversas escolhas a serem tomadas antes de abrir uma empresa, como qual será o formato jurídico, o melhor regime tributário e o porte. De acordo com cada escolha, você provavelmente lidará com gastos diferentes para iniciar o negócio.

Portanto, o mais válido é verificarmos caso a caso. Como você não deseja surpresas com gastos inesperados futuramente, criamos este artigo para te dar uma luz sobre os custos que você terá que arcar, de acordo com a empresa que deseja abrir.

É importante destacar, no entanto, que, de acordo com a Receita Federal – informação atualizada para 2018 – você pode ter uma renda de até R$2.141,98 ao mês que não aplica na declaração de renda e pagamento do imposto. Ou seja, não precisa se preocupar inicialmente com a questão tributária e jurídica que aqui falaremos.

Você também pode navegar no artigo através dos itens:

Custos gerais

custos gerais para abrir empresa

Estes são os custos com os quais você provavelmente deverá atentar-se, pois possivelmente serão necessários para abertura do seu negócio, independentemente do tipo de empresa que você pretende abrir.

Conheça o custo (investimento) mais importante

Esse é o ponto mais importante presente na abertura e manutenção de qualquer negócio:

Invista em você.

O sucesso do seu negócio depende também do seu conhecimento e sua visão, portanto, faça cursos de empreendedorismo, leia, aprenda técnicas, aperfeiçoe-se.

Qualifique-se e, consequentemente, alavanque sua empresa.

Posteriormente, conforme sua empresa for expandindo, invista na qualificação dos seus funcionários, também, através de cursos e treinamentos. Este é um ponto vital para o constante crescimento da sua empresa.

O custo mais importante em um negócio é o do conhecimento.

Afinal, do que adianta a reserva financeira para pagamento de impostos e aluguel, por exemplo, se você e seus funcionários não forem qualificados? Com este pensamento você obterá sucesso em qualquer empreendimento.

Capital Inicial

Um ponto importante é a definição do seu capital inicial.

Este é o investimento inicial que você fará na sua empresa. É o que você irá desembolsar para bancar a sua abertura e a manutenção, até chegar o momento que sua empresa lucrará e se manterá. Até lá, você contará com o seu capital inicial.

Neste momento, você deve colocar no papel todos os custos com contador, aluguel, energia elétrica, funcionários (caso tenha), internet e outros gastos. Não deixe nada passar, planeje-se.

Custos que você provavelmente terá

As empresas, em geral, devem arcar com as seguintes despesas:

  • DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais)
  • DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais)
  • Junta Comercial – Varia de acordo com a região
  • Certificado Digital

É muito importante que você atente-se a verificar se há exigência de alguma licença específica para o tipo de negócio que você pretende abrir. Esta verificação pode ser feita na prefeitura do seu município.

Custos caso a caso

custo para abrir um negócio

Vale ressaltar que se você tem pouco dinheiro no bolso para começar, isso não é um problema, as possibilidades apenas variam.

Veja ideias para trabalhar por conta própria com baixo investimento.

Por exemplo, um microempreendedor individual (MEI) não paga nada para abrir uma empresa, ele tem o custo de uma taxa mensal.

Outra opção mais em conta é abrir uma loja virtual sem investimento em estoques.

Existem diversas possibilidades! E agora você irá conhecer mais sobre elas.

Quanto custa abrir uma Empresa Simples?

Você sabe o que é o Simples Nacional?

De acordo com a Receita Federal, é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Esta é uma opção de regime de apuração de impostos para sua empresa que traz duas vantagens: alíquotas que tendem a ser menores e administração simplificada da agenda tributária.

Portanto, esta costuma ser uma ótima opção para as micro e pequenas empresas, pois você tem sua empresa pagando valores mais baixos.

No caso do MEI, o sistema tributário é o SIMEI, que é como um Simples Nacional, porém personalizado ao microempreendedor individual. Com esse regime, o recolhimento de impostos é ainda menor.

Vamos te explicar melhor, agora, os custos para abrir uma microempresa, e em seguida falaremos sobre o MEI.

Será que esta é a melhor alternativa para você começar seu caso de sucesso? Fique atento!

Microempresa – ME

Depois do MEI, a microempresa é a menor estrutura empresarial. Por isso, esta é uma ótima opção para começar seu negócio. Ou, se você já é MEI, é uma possibilidade para expandir e aumentar seus lucros.

Para abrir uma ME, um dos custos se dá na Junta Comercial. Você deverá pagar taxas de registro do nome da sua empresa, valores que variam de acordo com o estado que você reside e com a natureza jurídica do seu negócio.

Além disso, caso haja proteção ao nome empresarial, para garantir que o nome seja utilizado somente pela sua empresa, também há uma outra taxa.

Você já escolheu o nome para sua empresa? Veja dicas infalíveis aqui para escolher o melhor.

Como dito, os valores variam, mas para você poder ter uma noção da média dos custos, a garantia de proteção em São Paulo custa R$ 37,00, e o custo no estado para o registro de uma Eireli (um formato jurídico), por exemplo, é de R$ 54,00.

Além destes custos, também deve-se emitir o Documento de Arrecadação de Receitas Federais ( DARF). Este é um instrumento da Receita Federal para recolhimento de tributos (impostos, taxas e contribuições das operações financeiras). O valor fica em R$ 10,00 para empresário individual e R$ 21,00 para os demais.

Outros custos que você terá será com os impostos.

Existem diversos impostos com os quais um microempreendedor deve arcar, como o IRPJ, ICMS, ISS, IPI, PIS/Pasep, CPP e etc. Para saber ao certo o quanto terá que pagar, é válido consultar um contador.

É muito importante que você verifique se sua empresa necessita de alguma licença específica, e também que atente-se ao seu capital inicial para custear sua empresa e gastos inicialmente, como explicado acima, no tópico “Gastos Gerais”.

É necessário que você não deixe passar nada. Planeje-se corretamente e comece seu negócio ciente de todos os custos que terá que arcar. O sucesso do seu negócio depende desta etapa inicial.

Leia tudo sobre empreendedorismo, aprenda e organize-se. Sabemos que pode não ser fácil, exige abdicações e muito tempo de pesquisa, mas fazendo tudo da maneira correta, você será recompensado no final.

Microempreendedor Individual – MEI

O ponto positivo para quem irá iniciar no MEI é que não há nenhum custo para abertura da empresa.

Outra economia é o fato de não precisar do registro de contrato social ou ato constitutivo.

Realize seu cadastro entrando no Portal do Empreendedor. Você obterá seu CNPJ e seu NIRE, o Número de Inscrição do Registro de Empresas.

Mais um benefício é que o MEI é isento dos impostos federais. A única contribuição é a previdenciária, para que, caso você seja um, possa garantir sua aposentadoria por idade.

O microempreendedor pagará, além da contribuição previdenciária, apenas o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e/ou o ISS (Imposto sobre serviços).

Estes valores serão pagos pelo MEI mensalmente. O valor pago em 2018, segundo o Portal do Empreendedor, variando de acordo com a atividade e o imposto pago, está:

  • Comércio e Indústria – ICMS = R$ 48,70
  • Serviços – ISS = R$ 52,70
  • Comércio e Serviços – ICMS E ISS = R$ 53,70

*Em todos está incluso o INSS, no valor de R$ 47,70

O MEI ainda conta com mais uma vantagem, que é o acesso a um contador nos seus primeiros passos de forma totalmente gratuita.

Ou seja, ser um MEI pode ser uma ótima alternativa para você, caso queira começar seu negócio mas não possua muito dinheiro para investir, pois o custo fica em cerca de R$50,00 mensalmente.

Você poderá ter custos adicionais, assim como outros tipos de empresa, como licenças, caso seja exigida alguma específica ao seu tipo de negócio, e com gastos que você possa vir a ter, como aluguel, contador, internet, entre outros.

Sem contar, é claro, com o seu capital inicial, o investimento inicial que você fará na sua empresa e o que a manterá até ela começar a lucrar.

Quanto custa abrir uma Empresa de Pequeno Porte?

Assim como explicado acima no caso da microempresa, para abrir uma empresa de pequeno porte, um dos custos se dá na Junta Comercial.

Você deverá levar sua documentação completa para realizar o registro de Empresa de Pequeno porte na Junta, sendo ela:

  • CPF
  • RG
  • Título de Eleitor
  • Comprovante de residência
  • Comprovante do ponto comercial (caso seja diferente da residência)
  • Declaração de Imposto de Renda
  • Nome fantasia da empresa (veja dicas para escolher o melhor aqui)
  • Atividades que serão exercidas pela sua empresa

Portanto, um dos custos é o da documentação (impressão, emissão, xerox) para realizar o requerimento.

Você deverá pagar taxas de registro do nome da sua empresa, valores que variam de acordo com o estado que você reside e com a natureza jurídica da sua empresa.

Caso você tenha alguma ideia e queira abrir sua empresa com base nela, você irá pagar uma taxa.

Você deverá obter uma certidão que, posteriormente, deverá levar até a prefeitura do seu município. Nesse momento você pagará a taxa e irá adquirir o alvará de funcionamento.

Além destes, você também conta com custos fiscais (que variam de estado para estado). O ideal é contar com um contador e/ou advogado para te auxiliar com estas despesas.

Outra despesa, como dito no tópico “custos gerais”, é com capital social, o valor que você irá investir na sua empresa enquanto ela não faturar o suficiente para lucrar e se manter.

Há o valor relativo a aluguel, energia elétrica, água, telefone e outros para manter sua empresa. Além, é claro, do investimento em equipamentos essenciais ao seu funcionamento e o custo para divulgação da sua empresa.

No caso do regime tributário, o mais indicado é o Simples Nacional (aplicável à microempresas e empresas de pequeno porte), pois as alíquotas tendem a ser menores e possui administração simplificada da agenda tributária.

Neste regime, os impostos são unificados no Documento de Arrecadação Simplificada (DAS), e o valor de contribuição irá variar entre 4% e 22,45% de acordo com o faturamento, número de funcionários e atividade prestada.

Quanto custa abrir uma empresa com CNPJ?

O Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), é um documento de identificação necessário para abrir todas as empresas. Até mesmo o MEI e o EI possuem um CNPJ, mesmo não sendo considerados empresa e, consequentemente, não tendo personalidade jurídica.

Portanto, os custos aqui também variam de acordo com a empresa que você tiver. Você terá um CNPJ sendo:

  • Microempreendedor Individual (MEI)
  • Empresário Individual (EI)
  • Empresário Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI)
  • Sociedade Limitada (Ltda)
  • Sociedade Anônima (S.A.)

Além do CNPJ de acordo com seu formato jurídico, você também deverá escolher o regime tributário que melhor se aplica a sua empresa. Os tributos pagos também variam em cada caso, sendo as opções:

  • SIMEI (MEI) – taxa mensal única de cerca de R$ 50,00 mensal, como explicado anteriormente no artigo;
  • Simples Nacional – contribuição entre 4 – 22,45% de acordo com o faturamento, número de funcionários e atividade prestada.
  • Lucro Presumido – alíquota do PIS de 0,65%, COFINS de 0,3%, Incidência sobre o lucro de 15% de IRPJ e 9% de CSLL.

Lucro Real – alíquota do pis DE 1,65%, COFINS de 7,6% e incidência sobre o lucro de 15% de IRPJ e 9% de CSLL.

Como toda empresa precisa de um CNPJ, os custos de cada uma irá variar de acordo com suas peculiaridades, como você pode verificar nos outros tópicos do artigo.

Quanto custa abrir uma empresa ltda?

A sociedade Limitada (Ltda) é um tipo sociedade empresarial que consiste na participação de dois ou mais sócios que contribuem conjuntamente no capital da empresa.

Sua regularização ocorre através do registro na Junta Comercial e inscrição na Receita federal para emissão do CNPJ, na Secretaria da Fazenda para inscrição de ICMS e na prefeitura, para obtenção do alvará de funcionamento.

Esta sociedade pode ser da categoria Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte.

Os custos de cada tipo (ME e EPP) foram explicados nos tópicos acima.

Quanto custa abrir uma empresa de consultoria?

Primeiramente você deve definir o formato jurídico da sua empresa:

  • EI
  • EIRELI
  • LTDA
  • S/A

Após isso, escolha seu regime tributário, pois ele definirá o custo que você terá com os impostos. As opções são:

  • Simples Nacional
  • Lucro Presumido
  • Lucro Real

Depois, defina o porte da sua empresa, o que também mudará os custos que você terá (como explicado nos tópicos acima). Por exemplo, o custo para um MEI é de cerca de R$ 50,00 ao mês.

Posteriormente, escolha as atividades que sua empresa exercerá, de acordo com o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas). Cada classificação possui um custo diferente, de acordo com sua contribuição, sendo elas:

  • CNAE: 6204-0/00 – Assessoria e Consultoria em Informática

Neste caso, a alíquota de impostos vai de 15,50% a 30,50%

  • CNAE: 6621-5/02 – Auditoria e Consultoria Atuarial

Neste caso, a alíquota de impostos também vai de 15,50% a 30,50%

  • CNAE: 6911-7/01 – Consultoria em Direito

Neste caso, a alíquota de impostos vai de 4,50% a 33,00%

  • CNAE: 7020-4/00 – Assessoria e Consultoria em Recursos Humanos

Neste caso, a alíquota de impostos vai de 15,50% a 30,50%

Além destes custos, você também deverá arcar com as despesas que as empresas em geral também possuem, sendo elas:

  • DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais) – Custo entre R$ 60,00 e 300,00
  • DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) – Custo entre R$ 10,00 e R$21,00
  • Junta Comercial – Varia de acordo com a região
  • Certificado Digital – Aproximadamente R$ 250,00
  • Consultoria – De acordo com cada empresa

Conclusão

Em cada tópico explicamos um pouco mais sobre quanto custa abrir uma empresa de cada tipo, e vimos que cada caso é um caso. É impossível chegar à resposta exata da pergunta “quanto custa abrir uma empresa?”.

A conclusão que chegamos é que as empresas, em geral, devem arcar com diversas despesas, como com o DARE, DARF e o Certificado Digital. Jogando para baixo, o valor fica em cerca de R$ 320,00.

Há, também, os custos com investimentos e capital social (que você decidirá o quanto será) e com a Junta Comercial (que varia de acordo com sua região).

Porém, vimos que há diversas possibilidades viáveis para quem não tem tanto dinheiro no bolso para investir em um negócio.

Explicamos mais sobre o MEI, uma possibilidade de pagar apenas cerca de R$ 50,00 ao mês. Conhecemos mais, também, sobre o Simples Nacional, uma ótima opção para micro e pequenas empresas, pois as alíquotas tendem a ser menores e temos administração simplificada da agenda tributária.

Além disso, vimos outra opção para quem deseja abrir seu negócio e não possui muito dinheiro: abrir uma loja virtual sem investimento em estoques.

Portanto, a dica que damos é: invista sempre em você. Aproveite que o cenário brasileiro está favorável ao empreendedorismo.

Não importa a empresa que você queira abrir e o quanto possa investir, mergulhe de cabeça e confie no seu conhecimento e capacidade para abrir seu negócio e mudar seu destino. Vá sem medo de errar.

Faça cursos de empreendedorismo, leia, aprenda técnicas, aperfeiçoe-se. O seu sucesso depende de você.

dinheiro para abrir uma empresa

Uma inspiração

Para te inspirar nesta nova jornada, te encorajar a perder o medo e começar a trilhar AGORA a melhor versão do seu futuro, conheça a história de um homem de Santa Catarina que trabalhava como caixa de supermercado e conseguiu ganhar R$ 181.657,18 em 12 semanas.

Com o pouco de dinheiro que tinha, ele investiu na criação do seu primeiro negócio sem ao menos ter experiência no ramo. Como não tinha muito tempo livre, ele usava apenas de 2 a 4 horas do seu dia para dedicar-se ao projeto, e ainda sim conseguiu alavancar seu negócio.

Se ele conseguiu, por que você também não pode?

Clique aqui e descubra mais sobre a história e os 4 passos que ele utilizou.  

O que está faltando para o próximo ser você?

  • A cada informação que venho tendo, tem aumentado mais a minha força e confiança nesse caminho, muito obgd empreende ecommerce!