O que é Drop shipping e como funciona

Hoje vamos falar sobre o que é o drop shipping. Se você pretende trabalhar com e-commerce, já deve ter ouvido falar desse método.

Mas, antes de explicar exatamente o que é drop shipping e o que este termo significa, você precisa saber que as principais lojas de e-commerce do mundo faturam bilhões utilizando o serviço drop shipping.

Gigantes como Amazon, eBay, AliExpress e Mercado Livre são apenas alguns exemplos que usam este método como a base do seu negócio.

Mas o que é drop shipping? Você deve estar se perguntando. E por que cada vez mais pessoas estão investindo neste tipo de alavanca para as vendas online?

A resposta: porque é muito simples, fácil e o que é ainda melhor: dá para ganhar muito dinheiro num curto espaço de tempo.

Vamos lá?

Você também pode ver o conteúdo em tópicos:

O que é Drop Shipping?

o que é drop shipping

O termo drop shipping, traduzido para o português, quer dizer largar a remessa. Ou seja, drop shipping nada mais é do que deixar toda a parte da entrega e do estoque por conta de outra empresa.

É simples: a Amazon, por exemplo, vende milhares de produtos e os mais variados, mas a maior parte deles não vêm do estoque de sua fábrica, como muita gente pensa, mas de outras empresas que fornecem as mercadorias. Deu para entender?

Desta maneira, a Amazon economiza muito dinheiro e ainda ajuda no crescimento dessas empresas que fornecem seus produtos. E ainda os entregam! Em outras palavras, é o conhecido Serviço de Entrega Direta ao Cliente – método EDC.

No entanto, o empreendedor que buscava informações para investir no mercado de drop shipping se deparava com uma série de respostas negativas. E o que era pior: ainda dava de cara com um conceito negativo em relação ao método, de que a modalidade seria ilegal e até mesmo uma forma de contrabando.

Porém, felizmente o cenário mudou bastante e o drop shipping se tornou uma tendência mundial, ganhando cada vez mais adeptos.

São pessoas que, na maioria dos casos, não possuem um capital muito grande para abrir um negócio, mas têm todos os quesitos necessários para se tornar um empreendedor de sucesso.

E agora que você entendeu o que é o drop shipping, será que para você?

Você se identifica com esse perfil?

Esta mudança de mentalidade se deu, principalmente, quando  o empreendedor passou a buscar a resposta para a seguinte pergunta: como fazer o drop shipping do jeito certo?

Isso tudo passou a ser esclarecido pela maior quantidade de informação que circulava na rede, aos novos métodos de criação de sites de vendas e a todos os elementos do marketing digital.

Sem contar que o drop shipping também está sendo visto como uma alternativa interessante na crise, visto que muitas pessoas que perderam seus empregos estão em busca de novas formas de gerar renda e conquistar rendimentos sustentáveis. Interessante, não?

Se você ainda não tem certeza, mesmo sendo ainda pouco difundido no Brasil, o drop shipping é o único método capaz de fazer com que você monte sua loja virtual em poucos dias e com um investimento mínimo.

O drop shipping permite que você possa montar seu espaço de vendas na rede com o custo relativo somente ao domínio e à contratação de uma plataforma virtual, sem precisar ter estoque e trabalhando da sua própria casa. E, ao fazer uma venda, repassa o pedido ao fornecedor, que envia o produto diretamente para o cliente.

Porém, é necessário dizer que, para que você tenha sucesso neste negócio, é preciso investir na divulgação de sua loja virtual, visto que o fornecedor apenas “vende e entrega os produtos”, e você deve arcar com toda a divulgação de venda.

Passo a passo para começar a trabalhar com drop shipping

Passo a passo para começar a trabalhar com drop shipping

Agora que você já sabe o que é, e como funciona o drop shipping, vamos a um passo a passo para saber como usar este método na sua loja virtual.

O primeiro passo para usar a técnica do drop shipping na sua loja virtual é entender os processos que fazem parte dele. Um ponto muito importante é conhecer profundamente o funcionamento dos processos de logística, ou seja, é necessário entender como funciona de forma clara e precisa o processo de pedido e entrega do produto.

1 – Como escolher fornecedores drop shipping

Assim, você deve escolher um bom fornecedor de drop shipping, pois isso vai fazer toda a diferença no sucesso do seu negócio. Portanto, escolha fornecedores que tenham avaliações e comentários positivos. E fique atento para aqueles que tenham, pelo menos, no mínimo, um ano de loja a pelo menos 96% de transações positivas.

Também preste atenção no tempo de envio: prefira fornecedores que façam a postagem do produto em até 7 dias. O cliente prefere as lojas virtuais que entregam seus produtos com maior agilidade, sempre!

Pesquise muito em plataformas como Mercado Livre, Ali Express, Amazon, Gearbest, Alibaba. Reclamações dos clientes, avaliações e quantidade de devoluções são super importantes.

2 – Que tipo de produto é possível vender em sua loja

O segundo passo é encontrar o seu nicho de mercado: você pode escolher uma área que realmente goste e tenha afinidade. E isso sem deixar de lado o que tem feito sucesso nas redes. Um colar de um personagem de uma série famosa, por exemplo, pode vender muito.

3 – Como escolher um nome para o seu e-commerce

Com o nicho definido, é hora de partir para o terceiro passo e escolher o nome da sua loja. Sugiro que busque um nome genérico, quanto mais simples, melhor. Você pode até pegar as iniciais do seu nome e juntar com shop, outlet, algo assim. Se você se chama Pedro Oliveira, pode colocar POOutlet.com, por exemplo.

Leitura recomendada: Dicas infalíveis para escolher nomes para lojas virtuais

4 – Mineração de produtos: como escolher produtos lucrativos

O quarto passo é minerar produtos, que significa sair pesquisando os produtos que farão parte da sua loja online. Este é um trabalho de formiguinha mesmo e que vai fazer seu caixa aumentar a cada dia.

Produtos de qualidade e que estão no gosto do público são as principais alavancas do seu negócio. Veja bem: nesta fase, deixe de lado o seu gosto pessoal e minere produtos que tenham a ver com seu nicho, obviamente, mas que vendam.

Produtos encalhados não geram lucro, e você quer ganhar dinheiro, certo? Também fique ligado no valor do produto: escolha um preço que seja lucrativo para você e atrativo para seu cliente pois além de comprar o produto com o fornecedor, você deve ainda pagar o frete. Por isso você deve escolher muito bem os produtos que deseja vender na internet.

5 – Monte a sua loja virtual de drop shipping

O quinto passo é montar a sua loja: adquirir um domínio, uma plataforma de vendas para e-commerce, produzir conteúdo dos seus produtos. Enfim, colocar a sua loja no ar! Isso também inclui a criação das páginas de sua loja nas redes sociais.

Plataforma Shopify

A plataforma Shopify é hoje uma das principais ferramentas do mundo para montar loja virtual. Uma de suas principais vantagens é que, alé de possuir ferramentas para ecommerces tradicionais, tem recursos personalizados para quem trabalha com drop shipping.

No Shopify você encontra recursos para gerenciar produtos, clientes, as compras de seus clientes, as estatísticas de visitantes e clientes, e dados importantes da sua loja para que você acompanhe o desempenho do seu negócio.

Com o Shopify, você tem ajuda para montar um ecommerce completo com modelos de lojas virtuais gratuitos, para instalar com apenas um clique.

Veja alguns exemplos de modelos do Shopify:

modelos de lojas virtuais canopy theme shopify
Canopy theme Shopify
modelos de lojas virtuais pop theme shopify
Pop theme Shopify – Tema gratuito

Divulgação da sua loja virtual

O marketing digital entra aqui com força total: é ele que vai tornar o seu negócio conhecido para seu público-alvo. Para isso, você precisa conhecer muito bem o seu cliente e saber que sempre vai ter produtos que vendem e outros que não. E isso você só saberá testando através dos variados produtos cadastrados na sua loja virtual!

Se você está focado num nicho, tudo o que você vende na sua loja virtual estará sempre relacionado a um tema. Desta forma, você vai aprender o que o seu público gosta mais e após testar alguns produtos diferentes vai eventualmente encontrar um produto vencedor.

Para testar a venda dos produtos da sua loja virtual, você pode investir em técnicas de anúncios pagos no Facebook Ads, Marketing de Influenciadores ou utilizar as redes sociais da sua loja para divulgar os seus produtos.

6 – Como precificar os produtos

O sexto passo é saber usar bem o frete. O que isso quer dizer? Que o valor do envio está diretamente ligado ao seu lucro. Como o que vai entrar de dinheiro para você vem do frete, você precisa colocar valores que estejam de acordo com a realidade.

Por exemplo, se você vai vender um colar por R$ 10,00, sendo que o custo dele é R$ 5,00, seu lucro ficará em 50% do valor vendido, no caso, R$ 5,00. Analise a concorrência e pesquise com vontade. Você vai ganhar na quantidade, pode ter certeza disso.

7 – Fique atento às leis de importação

O sétimo passo é ficar atento ao imposto, isso se você escolher trabalhar com fornecedores internacionais. Afinal, você deve saber que os produtos que são importados na maior parte das vezes são taxados pela Receita Federal assim que chegam ao país, na Alfândega.

Logo, é extremamente importante saber o valor de taxas e impostos cobrados para ter noção da sua real margem de lucro e dos riscos que corre, pois alguns produtos podem ficar presos na Alfândega. Nem todos os produtos são fiscalizados, mas os que não conseguem escapar do crivo são medicamentos, suplementos e complementos alimentares.

É extremamente importante manter-se informado sobre a regularização da atividade de drop shipping no Brasil.

As principais vantagens e desvantagens do drop shipping

vantagens e desvantagens do drop shipping

Existem muitas vantagens ao escolher trabalhar revendendo produtos direto da fábrica para alavancar a sua loja virtual. É claro que você pode até comprar outra ideia, mas com certeza nenhuma irá trazer um retorno financeiro praticamente imediato como o drop shipping.

Ao colocar sua loja virtual na rede com o drop shipping, você não vai ter que se preocupar com a fabricação do produto nem com a entrega. Tem coisa melhor? Logo, o risco de perder dinheiro é praticamente igual a zero, já que toda a estrutura de logística fica por conta do seu fornecedor.

Veja abaixo alguns tópicos importantes para quem vai aderir ao drop shipping

1. Você não precisa investir muito dinheiro

É isso mesmo. Você não vai ter que investir muito dinheiro no estoque, pois isso tudo vai ficar sob responsabilidade do fornecedor. Ou seja, isso torna o seu negócio bem mais lucrativo e com um investimento mais baixo do que se fosse investir num estoque próprio.

Você vai precisar apenas de um fornecedor de serviços de hospedagem e uma empresa que faça o registro de seu domínio ou marca.

2. Conveniência que faz toda a diferença

Qualquer empresa de e-commerce exige muito do empreendedor pois, além de minerar os produtos em si, existem ainda fatores como atendimento ao cliente e logística.

Sem contar no investimento do seu tempo no marketing digital, que com certeza é um dos principais pontos desse tipo de negócio. Então, o fato de não se preocupar com o processamento dos pedidos da sua loja é extremamente vantajoso.

3. Trabalhe em casa ou de qualquer lugar do mundo

Tem coisa melhor do que trabalhar de qualquer lugar? Com a vida cada vez mais atribulada e a quantidade de informações que recebemos a todo instante, é cada vez mais natural que o modelo home office seja um dos mais adotados no mundo inteiro.

E o drop shipping permite que você opere a sua loja virtual a partir de qualquer lugar. Basta ter uma excelente conexão de internet e mandar bala!

4. Não se preocupe com estoque de produtos

Você já deve ter percebido, até mesmo quando compra um produto, que quando ele falta no estoque, isso se torna uma grande decepção. Com o drop shipping, o estoque não passa por isso e, portanto, é um modelo confiável para montar a sua loja virtual com baixo investimento.

Porém, também existem algumas, mas poucas, desvantagens ao utilizar o drop shipping. Como toda loja online que está começando, você precisa garimpar bastante os produtos e encontrar fornecedores confiáveis.

Existe ainda um outro ponto, a baixa margem de lucros, principalmente no início, quando você ainda está testando a aceitação de produtos no mercado.

Outro ponto que deve ser levantado é que, por depender da tecnologia de modo geral, isso pode ocasionar uma indisponibilidade do serviço.

Estatísticas de mercado

Como já foi dito anteriormente, o mercado do e-commerce é o que mais cresce em todo o mundo. No Brasil, as lojas de vendas online triplicam seus faturamentos a cada ano. Ou seja, se uma loja faturava R$ 40 mil no ano passado, hoje já está na casa dos R$ 120 mil.

Tentador, não? E isso se deve ao fato de o consumidor ter mudado em relação ao processo de compra: hoje em dia, é tudo feito pela internet. A comodidade da tecnologia na ponta dos dedos através do smartphone traz um cenário onde, quem está na rede, ganha.

Lá fora, entre as principais lojas que usam e abusam do drop shipping estão Wayfair, Amazon, eBay, AliExpress e Deal Extreme. Aqui, o Mercado Livre sai na frente.

Drop shipping nacional e internacional

Agora que você já sabe muito mais sobre o que é o drop shipping e decidiu apostar neste modelo de negócio, precisa ficar por dentro de como funciona o drop shipping nacional e o internacional.

Se você está começando neste mercado, deve saber as vantagens e desvantagens de cada um.

O que é o Drop Shipping Nacional?

O drop shipping nacional é ainda pouco usado pois, mesmo com a facilidade de o produto estar no Brasil e de não ser taxado pela Alfândega, existem poucos fornecedores disponíveis no mercado e os preços não são tão competitivos como os praticados pelo mercado da China.

Ou seja, assim a sua margem de lucro diminui. As únicas vantagens são as seguintes: caso o produto apresente algum problema, é mais barato devolver ao fornecedor e a troca pode ser feita em menos tempo. E você não vai precisar esperar 20 ou 40 dias para o produto chegar até seu cliente.

Por isso o mais indicado é começar com o drop shipping internacional, já que a margem de lucro é maior e você pode contar com uma série de fornecedores confiáveis. O primeiro passo é buscar fornecedores confiáveis no AliExpress, por exemplo.

O que é o Drop Shipping Internacional?

Este é um passo muito importante! No drop shipping internacional, você tem a facilidade de encontrar uma enorme variedade de produtos de qualidade com preços que nunca seriam praticados em território nacional.

Como a maior parte destes fornecedores vêm da China, os produtos podem demorar um pouco mais a chegar, até 60 dias, e isso deve ser avisado na sua loja virtual.

Outro fator a ser levado em consideração é a taxação da Alfândega: todo produto que chega ao Brasil corre o risco de ser taxado por impostos. Portanto, todos esses cálculos podem ser estar embutidos no preço de venda para evitar prejuízos.

Novidade sobre o Drop Shipping Nacional

Se você tem interesse em trabalhar revendendo produtos nacionais, conheça a nova ferramenta criada para ajudar a automatizar os processos da loja virtual com drop shipping, o TRUO, desenvolvido por nós da Empreenda Ecommerce. Clique aqui e conheça o TRUO.

Dica bônus: Técnica Grátis + Frete

Além das inúmeras vantagens de trabalhar com drop shipping que você já viu nesse artigo, ainda existe uma técnica para vender muito mais com esse método.

Muitas pessoas ainda não descobriram o poder de aplicar essa técnica, e por esse motivo, essa é uma ótima oportunidade para você começar seu negócio na internet com ecommerce.

Criamos um infográfico ilustrado para você entender o passo a passo da técnica grátis + frete para vender com ecommerce:

>> [Infográfico] Como Vender na Internet Produtos com a Técnica Grátis + Frete <<

Por que você deveria começar hoje a lucrar com o drop shipping?

O mercado de ecommerce é gigantesco no Brasil e no mundo, como já mencionamos, lojas que tem o drop shipping como base de negócio faturam bilhões.

Esse é um cenário favorável para você que busca criar um negócio próprio, já que, nesse mercado, ainda existe bastante espaço para empreender, você não vai precisar se preocupar muito com a concorrência.

Então, se você quer saber mais sobre essa forma de criar um negócio online, te convido a assistir um vídeo com informações mais detalhadas para ajudar você a começar hoje mesmo, clique aqui.

Artigo publicado em 27/04/2018 e atualizado em 10/12/2018.