nicho-de-mercado-img

Iniciar um negócio digital é uma ótima pedida para quem precisa de uma segunda atividade para melhorar as contas da casa, ter um dinheiro extra para os estudos dos filhos, viagens em família, ou mesmo provisionar para o futuro.

Mas apesar de ser um “plano B”, para se ter sucesso será preciso alguma dedicação para iniciar bem o seu negócio. Não se preocupe se você começou num impulso, e está aprendendo na prática.

Falaremos hoje de nicho de mercado, um assunto importante para quem quer se destacar em meio a milhares de lojas virtuais, e ter resultados diferentes.

Veja os tópicos que vamos abordar no conteúdo:

O que é nicho de mercado?
– A importância de definir um nicho de mercado
– Como definir seu nicho de mercado
– Criando um nicho de mercado onde antes não havia
– Ferramentas úteis para você desenvolver seu nicho de mercado
– Nichos de mercado em alta
– Conclusão

O que é nicho de mercado?

Quando buscamos nosso público consumidor precisamos segmentar o mercado para falar com esta parcela da população. Mas segmentar (dividir) o mercado não nos garante sucesso em nosso negócio, pois atinge um público muito amplo.

Por exemplo, eu quero segmentar meu mercado com produtos de moda voltados para moças, numa faixa etária de 16 a 22 anos. Ainda que o público esteja definido por sexo e idade, o restante é vasto e vago. Moda para jovens nessa faixa etária pode variar muito, desde roupas, tipos de roupas, acessórios, calçados, e muito mais.

E dentro de cada um desses itens, ainda existem variáveis, dependendo do grupo com o qual estas jovens se identificam. Uma jovem evangélica vai se vestir diferente de uma jovem hippie, por exemplo.

Mas se focarmos num nicho de mercado, a história muda. Um nicho de mercado está dentro de um segmento de mercado. Vamos entender melhor.

Segundo a Wikipedia, nichos de mercado “são segmentos ou públicos cujas necessidades particulares são pouco exploradas ou inexistentes”.

Voltando ao meu público de moças de 16 a 22 anos, eu posso buscar um público com necessidades ou desejos de compra específicos, mas que não são contemplados pela grande maioria de lojas virtuais de moda para este segmento.

Por exemplo, posso criar uma loja virtual de meias femininas divertidas e geeks, pois percebi que nunca encontro meias com estas características quando quero presentear minha sobrinha. Faço uma busca virtual, e vejo que existe mercado, mas pouca oferta deste tipo de produto e.. tcharam! Achei um nicho de mercado promissor.

Quando eu especifico o meu público através do que ele gosta, acredita, pensa etc, eu consigo solucionar problemas ou ofertar produtos e serviços que não estão em abundância no mercado tradicional ou virtual.

A importância de definir um nicho de mercado

Quando conseguimos definir o nicho de mercado com o qual vamos trabalhar, encontramos a estratégia de marketing apropriada para falarmos diretamente com este público.

Portanto é bom que se conheça bem sobre o nicho escolhido. No meu exemplo, eu posso conhecer muito sobre as meias femininas e divertidas geek, pois fui eu que ensinei minha sobrinha a usar. Isso me torna uma “expert” nesse nicho, e sei quais são as necessidades que o mercado não nos supre.

Mas isso não é o suficiente. Eu preciso também saber se esta necessidade é tão específica que só terá “meia dúzia” de clientes, ou se existe uma procura significativa que justifique eu criar essa minha loja.

Se verificamos que estas necessidades são de um grupo significativo, com uma linguagem própria, e que dominamos, teremos vantagens práticas:

1-   Conseguimos falar diretamente com nosso público, e especificamente com nossa persona, nas palavras que ela “escuta” e entende;

2-   Estaremos ofertando algo que é raro no mercado. E as pessoas costumam pagar caro por água no deserto…

3-   Teremos facilidade de monitorar as estratégias da concorrência (que é pouca), e trabalharmos para ganhar o mercado;

4-   Poderemos nos valer dos influenciadores digitais que tenha o perfil de nossa persona para estabelecer parcerias que alavanquem nossa marca.

Como definir seu nicho de mercado

o que significa publico alvo

Um nicho de mercado será baseado em quatro tipos de segmentação: geográfica, demográfica, comportamental e psicográfica.

Num loja virtual, dependendo do produto a ser ofertado, a segmentação geográfica não precisa ser tão específica quanto as outras três. Vamos entender melhor cada uma.

Segmentação geográfica

Aqui estamos falando de “onde” seu público mora. A não ser que você esteja vendendo um produto de nicho especificamente de uma região (bombachas e cuias para chimarrão, por exemplo, com mercado potencial somente na região Sul do Brasil e pouquíssimas regiões do Norte do país, com colonização de sulistas), esta é uma segmentação que pode ser mais genérica.

No exemplo da loja de meias divertidas, posso definir um público feminino com a especificações anteriores, moradoras da América do Sul, no Brasil – região sudeste e sul.

Segmentação demográfica

A segmentação demográfica precisa ser a mais específica possível.

Quando defino o gênero, idade, raça, classe social (e portanto, renda), nacionalidade, nível de escolaridade etc, estou criando o esboço de uma “persona”, um imagem mental do público ao qual vou me dirigir quando falar de meu produto.

Quando digo que meu público é feminino, faixa etária de 16 a 22 anos, classe B, brasileira, estudante colegial ou universitária, branca e oriental, eu já estou sendo mais específica e consigo “imaginar” esta pessoa na minha frente.

Agora precisamos das outras duas segmentações para criar uma imagem nítida da “persona” com quem iremos falar em nossas campanhas de marketing.

Segmentação comportamental

Comportamentos estão ligados a hábitos, gostos e necessidades das pessoas. Ou seja, qual é o diferencial que meu público procura, qual é a necessidade dele, o que ele usa, com qual frequência/quantidade?

Voltando ao meu exemplo, meu público de garotas de 16 a 22 anos, estudantes de classe B, que buscam se destacar em meio à multidão com acessórios exclusivos e divertidos. Costumam ter pelo menos 2 ou 3 peças novas a cada estação do ano, para não ficarem “marcadas” pelas outras amigas, e não se importam de pagar um pouco mais caro por um produto diferenciado ou de tiragem limitada.

Segmentação psicográfica

Aqui estamos falando da personalidade da pessoa, os valores que regem sua vida, os grupos com os quais se identifica, as causas pelas quais luta, do que realmente gosta e preza na vida.

A pessoa gosta de ler? Ver filmes de um tipo específico? No que ela crê? Do que se alimenta? Como se posiciona em relação aos papéis socialmente impostos para os sexos?

As nossas garotas de 16 a 22 anos, estudantes, classe B, gostam, por exemplo, de animês, mangás, frequentam a CCXP e outros eventos similares anualmente, e acham CosPlay o máximo. Ou seja, se eu quiser falar com este público, tenho que falar com uma linguagem desse universo que elas vivem, respiram e amam para vender as meias divertidas geeks…

Talvez você tenha chegado até aqui, e pense: “eu tenho um mercado amplo demais, e não entendo muito de nada que estou vendendo. Ainda tenho como consertar isso”?

Sim, tem como consertar!

Criando um nicho de mercado onde antes não havia

Existem uma “receita” básica para quem quer empreender e ter sucesso. Tudo bem se você começou entrando na onda do mercado, com produtos de época, sem um público específico (como explicamos acima).

Olhe para o que você tem e faça as seguintes perguntas:

1-  Eu gosto de trabalhar com isso? – empreender é como namorar; passada a fase do namoro, aonde tudo é um paraíso, precisamos gostar muito do que fazemos para continuar a “relação” – e o empreendimento. Não adianta você vender meias divertidas se acha-las deselegantes ou ridículas, compreende?

2-  Eu consigo identificar um problema não resolvido? – se eu gosto e conheço bem o que faço, consigo ver a “falha no sistema”, enxergar o problema e oferecer a solução. Ou conheço pessoas, grupos e fóruns onde poderei pesquisar se este problema é só meu ou de um grupo.

3-  Você é um expert no assunto? – não adianta abrir a loja de meias divertidas só porque sua sobrinha gosta, você também tem que amar as tais meias, e ter sofrido customizando seus pares, na falta de produtos no mercado. Se você não viveu a necessidade, como pode falar sinceramente dela para seu público?

4-  Essa necessidade é minha ou é de um grupo? – essa é uma pergunta muito séria. Não adianta gastar seu tempo, energia e dinheiro para criar uma loja virtual que não terá público a não ser você.

5-  Esse nicho não foi mesmo explorado? – antes de comemorar por ter descoberto a pólvora, veja se não há outras empresas vendendo rojões. Ou seja, faça pesquisa na internet, veja com quantos concorrentes terá que “brigar” por seu público – e se realmente ele não foi ouvido nem atendido, ou se há mais lojas que clientes…

Ferramentas úteis para você desenvolver seu nicho de mercado

Para escrever este artigo, por exemplo, eu usei uma ferramenta simples e ao seu alcance: o mecanismo de busca (seja no Google ou outra plataforma). No caso, digitei “meias divertidas”.

O próprio mecanismo de busca me oferece várias opções. No caso, verifiquei que as “meias divertidas femininas” tinham bastante procura e pouca oferta, e dentro deste segmento, as meias para geeks era o nicho mais interessante.

Se quiser ser mais específico, o Google oferece uma ferramenta gratuita para quem tem gmail. É o Keyword Planner, ou “planejador de palavras-chave”. Você digita a palavra de busca original “meia divertida”, e esta ferramenta te dará o número de buscas com os nichos relacionados (meias femininas, masculinas, infantis, atacado etc).

O Keyword Planner também traz palavras-chave semelhantes, que seu consumidor usa para buscar o produto que você quer oferecer. Por exemplo #meiasdivertidas #meiasfemininasgeek #meiasgeek #pésdivertidos

Ainda no Google, você pode contar com outra ferramenta gratuita, o Google Trends. Como o próprio nome diz, esta ferramenta busca os termos e palavras-chave em evidência no momento, os mais procurados e usados pelo seu público.

Há outras opções de ferramentas de busca, com muitas outras funcionalidades, que já são pagas. Entre elas destacam-se a SEMrush,  Ahrefs, Buzzsumo e a MOZ. As duas últimas tem um período de testes gratuito.

Nichos de mercado em alta

Se você ainda não sabe para que nicho de mercado irá dedicar sua energia criativa, seguem algumas opções que não saem de moda ou chegaram e tendem a ficar:

  • Produtos e serviços vip para pets;
  • Produtos de beleza masculina;
  • Produtos por assinatura (de vinhos a livros, cafés etc);
  • Produtos para restrições alimentares (sem gluten, veganos, sem lactose etc);
  • EAD;
  • Customização, brechós on line, moda retrô;
  • Produtos gourmet;
  • Produtos que envolvem causas sociais;
  • Aplicativos para smartphones;
  • Produtos de beleza orgânicos;
  • Produtos recicláveis e conscientes;
  • Produtos e serviços para pessoas com necessidades especiais;
  • Moda por nichos (sempre!).

Conclusão

Compreender seu nicho de mercado, como você pôde ver nesse artigo, é a chave para ter um negócio bem-sucedido, e com menos desperdício de seu tempo e dinheiro.

Busque fazer o que gosta, mas fuja do lugar comum, oferecendo soluções que outros empreendedores não pensaram. Se quiser entender mais desse e outros assuntos, te convidamos a assistir ao nosso vídeo sobre estratégias de marketing utilizadas por grandes players do mercado:

Avatar
Faz parte da equipe de conteúdo da Empreenda Ecommerce. A curiosidade a fez “especialista em assuntos aleatórios” – sabe de tudo um pouco, pois ela não para de estudar novos assuntos. Escreve desde os nove anos de idade e hoje se orgulha dos vários livros publicados.