marketing digital

Quando o assunto são as estratégias de marketing digital, muitas pessoas já se apavoram. Pensando nisso, vamos falar de forma simples e clara, introduzindo todos nas boas práticas do marketing digital.

Para facilitar sua navegação por esse texto, vamos dividi-lo em alguns tópicos e você pode avançar para qualquer deles, a qualquer momento, clicando abaixo:

O que são estratégias de marketing?

Estratégias de marketing digital

Definições das estratégias de marketing

Exemplos de estratégia de marketing digital

Como diferenciar suas estratégias de marketing

Livros sobre estratégia de marketing

O que são estratégias de marketing?

Muita gente esbarra, ao querer aprimorar ou dar início a um negócio no mundo virtual, com esse tipo de dúvida. Acabam vendo uma série de termos em inglês e acham que vai ser difícil, e, com isso, adiam a ideia de colocar em prática um negócio.

A própria palavra marketing, mesmo que englobada ao português, ainda causa certa confusão. Afinal, o que é marketing?

“É o conjunto de atividades humanas que têm por objetivo facilitar e consumar relações de troca”.

Philip Kotler

Essa é a definição de Philip Kotler, o grande guru no qual se inspiram os mestres do marketing atual.

E o que são estratégias de marketing? Bom, vamos voltar um pouco. Toda empresa tem um plano de negócios. Lá é definido tudo que pretende-se realizar e de que forma obter esses resultados.

As estratégias de marketing são exatamente isso para a área de marketing de uma empresa.

Num plano de estratégias de marketing, vamos traçar os objetivos que temos para nosso empreendimento e adequar as ferramentas necessárias para fazer o fortalecimento da marca, para que, assim, sejam facilitadas as vendas, que são parte das relações de troca de uma empresa.

Com esse plano em mãos, saberemos como atuar no meio em que estamos presentes e desenvolver da melhor maneira possível as estratégias de marketing. Entre essas ferramentas está o marketing digital.

Estratégias de marketing digital

Vale ressaltar que boa parte das estratégias de marketing ditas como comuns são válidas no mundo virtual. A grande diferença do marketing digital é o local em que ocorre: o meio virtual. Os desdobramentos vem daí.

Aquela história de pensamento “fora da caixa” ainda vale e muito. Temos de estar atentos há muitos movimentos, tanto os de crescimento e desenvolvimento de novas tecnologias, como do comportamento das pessoas decorrente dessas alterações.

Não se pode pensar no mundo virtual como uma bolha, deslocada da realidade social em que vivemos, seja do nosso país ou do mundo por inteiro.

A recente crise brasileira, que por um lado levou muitas pessoas para trabalhos na informalidade, trouxe também um número grande de pessoas querendo empreender e, vendo nos próprios negócios, a oportunidade de abandonar as incertezas do setor privado.

Em nosso blog já falamos sobre a realidade do empreendedorismo no Brasil, confira para entender melhor.

Ainda sobre estratégias de marketing, seja ele digital ou não, temos de entender, esquematizar e discutir o que se quer com ele e suas estratégias. Em seu empreendimento, tudo deve ser coordenado e fazer com que todo mundo puxe para o mesmo lado.

Uma empresa ou negócio que tenha diretrizes firmes sobre onde quer chegar e de quais maneiras pretende fazer isso, tem muito mais possibilidade de sucesso do que alguém que se baseie no modelo da tentativa e erro, bem como não defina prioridades e linhas de ação.

Definições das estratégias de marketing

A estratégia de marketing depende do produto ou serviço que você está oferecendo e qual o público-alvo desse empreendimento. Tendo estabelecido a quem sua empresa deve se dirigir, você tem segurança para definir os rumos de sua estratégia de marketing.

Várias situações tem de ser levadas em conta na hora de definir a estratégia de marketing do seu negócio. Seu produto é sazonal ou está intimamente ligado a certa época do ano ou, pelo contrário, é um item essencial e de consumo em larga escala?

Se o produto oferecido for sazonal, além da propagação que você deve fazer no período em que ele é mais consumido, sua estratégia de marketing tem que contemplar maneiras para que ele não seja esquecido, nem deixe totalmente de ser consumido em outros momentos do ano.

Seu produto é simples e consumido em todos os momentos? Então sua tarefa pode não ser tão simples assim.

O que faz com que seu produto seja melhor do que seus vários concorrentes?

O que o torna especial e digno da fidelidade de um cliente?

Lembre-se da velha lição: é muito mais fácil fidelizar um cliente do que conquistar pessoas novas para consumir o seu produto. Portanto, trate de entender o motivo que faz as pessoas optarem por sua marca ou serviço.

Também devemos levar em conta o preço do produto, se é indicado a uma camada social específica ou trabalha por todos os tipos de cliente, etc. Todos esses fatores renderão diferentes tipos de estratégia de marketing, que te levarão a caminhos diversos para obter o sucesso.

Esses são apenas dois exemplos de fatores chave que têm de ser levados em consideração no momento de definição acertada de uma estratégia de marketing.

Mesmo quando você está vencendo tem de saber o motivo de estar no topo. O conhecimento do motivo do sucesso é fundamental para a manutenção do mesmo, sem falar de largo conhecimento sobre o mercado e seus concorrentes.

Não fique em dúvida. Por mais positivo que possa parecer quando o seu negócio alavanca, não é interessante não saber se seu produto “vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais”.

Como ensina o filósofo chinês Sun Tzu em sua aclamada obra A Arte da Guerra: “conheça seus inimigos melhor do que a ti mesmo”. Isso pode soar meio bélico ou até mesmo chavão, mas o ambiente negocial não é feito de afagos ou de tapinhas nas costas.

A Arte da Guerra – Sun Tzu

Exemplos de estratégia de marketing digital

como funciona o frete
Estratégias de Marketing Digital

Inbound Marketing

De maneira geral e resumida, o Inbound Marketing tem por base a criação e o compartilhamento de um conteúdo de qualidade para seu público-alvo. A relevância do conteúdo age como um imã e atrai os potenciais clientes.

Marketing de Conteúdo

O objetivo maior das marcas que investem em marketing de conteúdo é educar o público-alvo de seu negócio. O conteúdo pode informar sobre produtos, serviços e, inclusive, sobre o segmento de atuação da empresa. Com isso, é possível atrair público mais qualificado para a empresa, o que aumenta as chances de conversão.

SEO

Search Engine Optimization (SEO) é a otimização de um site para torná-lo mais fácil de ser encontrado pelos buscadores, como o Google. Não adianta ter um site bonito, instalado em uma ótima plataforma,  com conteúdo de qualidade se ele não aparece bem ranqueado nas buscas. O uso de palavras-chave segue como um dos recursos de SEO mais eficazes.

Links Patrocinados

Esta é uma das ferramentas mais importantes do marketing digital atualmente. Eles funcionam bem tanto nas páginas do Google, quanto em redes sociais. No buscador os links farão um site aparecer no topo da página, dando maior visibilidade à marca. Nas redes sociais atua como uma espécie de anúncio, podendo divulgar a empresa, um produto ou serviços específico.

Mídias sociais

Os brasileiros passam mais de 650 horas por mês utilizando redes sociais. Com uma FanPage a empresa, além de poder criar contato direto com essas pessoas, passa a conhecer melhor o perfil dos seus clientes, seus horários online e interesses. Quanto mais se conhece o público, mais fácil vender.

Confira mais dicas de como aumentar o tráfego através das redes sociais neste link.

Mídia Display

Anúncios de display não funcionam em sistemas de busca, eles aparecem em sites que tenham conteúdo com alguma relação com marca ofertada.

Esse tipo de link patrocinado não está limitado pela intenção de busca e compra. No Google Adwords ou em outras plataformas de anúncios, é possível contratar os links patrocinados na rede de display de duas formas: custo por clique e o custo por aquisição.

E-mail Marketing

Uma boa campanha de e-mail marketing deve contar com listas de e-mail segmentadas, com os clientes classificados de acordo com interesses e características. O bom e-mail marketing tem conteúdo personalizado, garantindo mais chances de despertar o interesse do grupo de pessoas selecionado.

Native advertising

Em tradução livre a publicidade nativa (ou anúncios nativos), é a prática de publicar artigos ou postagens em meio ao conteúdo de um site ou rede social, como conteúdo patrocinado.

É identificado como peça publicitária, mas se mistura as demais postagens. Cada plataforma determina suas próprias políticas de administração do native advertising.

Guest Post

São artigos escritos por convidados, ou seja, não fazem parte da equipe de produção de conteúdo de um blog, por exemplo.

Ele permite que a página ganhe mais credibilidade frente aos usuários, pois traz um especialistas para falar com o público.

O escritor deste tipo de artigo também se beneficia disso, pois gera autoridade.

Remarketing

É uma ferramenta  do Google Adwords que identifica os usuários que já visitaram um site e, com isso, passa a exibir anúncios com mais frequência na sua rede de display. Outras plataformas chamam esse processo de Retargeting. No ecommerce, o uso desta estratégia é muito comum e necessária.

Como diferenciar suas estratégias de marketing

Antes de tudo, você tem de descobrir o que faz seu produto único. Escolha sempre produtos com bons diferenciais.

Uma vantagem financeira?
Exclusividade?
Tecnologia de ponta?

Depois de analisar essa questão, o passo seguinte é trabalhar e reafirmar para o seu público o que seu produto tem de diferente, cuidando para não torná-lo estranho a categoria que ele se insere.

Ou seja, estabelecer claramente o que torna esse produto ou serviço diferenciado sem que ele perca, ou deixe de mostrar, as características básicas desejadas e inerentes a ele.

Por exemplo, um celular que não faça ligações não é diferenciado. Ele não é um celular. Não para os parâmetros de hoje.

Livros sobre estratégia de marketing

livros custam caro
Livros sobre marketing

Claro que poderíamos fazer uma lista infindável com grandes obras sobre marketing e áreas correlatas, mas vamos focar em livros que podemos considerar clássicos. Lembrando que conhecimento nunca é suficiente e todo dia é dia de aprender.

Por mais que tenhamos diversas formas de nos atualizar e adquirir conhecimento, as possibilidades trazidas pelo hábito da leitura são infinitas. Exercitando a mente, o espírito, a imaginação. Nos mantendo mentalmente ativos e trazendo vitalidade ao mesmo tempo.

Não esqueçamos que é o cérebro que comanda o corpo. Na hora de vestir a capa de empreendedor é momento de manter os pés no chão e o cérebro no comando, para não cometer equívocos.

Vamos citar cinco livros essenciais sobre a área:

1 – “Administração de Marketing”, de Philip Kotler e Kevin Lane Keller;  

2 – “Estratégia de Marketing”, de O. C. Ferrel e Michael D. Hartline;

3 – “Marketing: gerenciamento e serviços”, de Christian Gronroos;

4 – “Marketing Interativo: a Utilização de Ferramentas e Mídias Digitais”, de Alexandre Luzzi Las Casas;

5 – “Marketing de Relacionamento”, de Merlin Stone e Neil Woodcock.

Lembrando que nem só de marketing vivemos. Para ter sucesso nessa área, é necessário ter uma gama variada de conhecimentos. Portanto, valorize oportunidades de leituras em outros campos.

Sem perceber, você aprende muito sobre sua área, mesmo lendo algo que lhe pareça inusitado. Afinal, toda e qualquer relação nesse mundo negocial é sobretudo humana. Portanto precisamos aprender sobre os outros e sobre nós mesmos visando o sucesso nos negócios.

Conclusão

Ao longo do texto mostramos diversas estratégias que podem, de uma forma ou de outra, ser utilizadas pelo ecommerce.

Algumas podem se mostrar mais eficazes a curto prazo, como é o caso do remarketing, das mídias sociais e dos links patrocinados. Além da publicidade em display.

No entanto, isso não invalida o refinamento da estratégia de marketing. Uma loja virtual pode ter um blog para falar de uma série de questões que tenham ligação com seus produtos, direta e indiretamente. Com isso veremos diretamente a ação do inbound marketing, do marketing de conteúdo, do SEO, etc.

Também mostramos outras dicas, como bons livros para te auxiliar no desenvolvimento e aprimoramento do seu e-commerce. Para se orientar ainda mais, você pode ler, em nosso blog,  como montar um ecommerce de sucesso utilizando estoque zero.

Gostou de nossas dicas? Quer saber mais sobre estratégias de marketing, marketing digital e tudo sobre ecommerce?

Então assine a lista VIP da Empreenda Ecommerce e fique por dentro de tudo!

Obrigado pela leitura e fique ligado em nosso conteúdo para triunfar no mundo virtual e real.