O termo empreendedorismo está em alta, todos nós sabemos. Startups, marketing digital, tecnologia, trabalhar em casa, dono do seu próprio negócio… Acho que você já leu e ouviu isso tudo por aí, não é mesmo?!

Podemos dizer que empreender está um pouco longe de ser o tão amado futuro que nossos avós e até os nossos pais pensam para nós. Estes por muitas vezes falam: “Estude, tenha um diploma, ninguém vai tirar isso de você”.

Até os anos 2000, com a revolução da era industrial, isso era totalmente válido, pois todos os trabalhos da época permitiam que você subisse de cargo de acordo com o seu grau de instrução, tendo como base os seus diplomas e certificados.

Mas isso só deu certo naquele tempo.

Posteriormente e atualmente, com a grande crise financeira mundial, há muito mais pessoas do que vagas de emprego.

Foi aí que jovens e entusiastas notaram um cenário favorável para mudanças e pensaram: “já que não tem vaga de emprego para mim, mesmo eu tendo um diploma, posso inovar e criar algo para eu ganhar dinheiro por conta própria, sem depender de chefe”.

E mais ainda: “posso criar vagas de trabalho ao invés de buscar uma vaga que não tem!”

Ou então: “quero abrir a minha própria empresa!”

Com isso, o empreendedorismo surgiu, criando oportunidades para quem “pensava fora da caixa” e não aguentava mais ser comandado por aquele chefe que só pensava em si ou não conseguia arrumar emprego, mesmo com todos os conhecimentos possíveis.

Pensando nisso tudo, nós, da Empreenda Ecommerce, queremos lhe inspirar e, acima de tudo, mostrar que você está vivendo um cenário mais que favorável para empreender.

O momento é agora, seja do sofá da sua casa ou em qualquer lugar. Com uma boa ideia tudo pode dar certo, basta se esforçar e tentar, mas com inteligência.

Nós acreditamos que o empreendedorismo pode transformar as pessoas.

Você pode causar essa transformação.

Vamos juntos?

Para ser melhor a sua experiência, navegue pelos links abaixo:

Cenário atual do empreendedorismo no Brasil

Se você é uma daquelas pessoas que acredita que nada no Brasil pode dar certo, sinto lhe dizer, mas este artigo não é pra você.

Queremos aqui pessoas entusiasmadas, que querem ser melhores a cada dia e que acreditam no empreendedorismo, mas não sabem por onde começar e precisam descobrir como está o cenário do nosso país para entrar de cabeça nessa nova história.

Pois bem, se você busca formas constantes para empreender, este lugar é para você.

Podemos afirmar que sim, o Brasil é um país empreendedor!

O Brasil e mais 54 países participam de um projeto que monitora o empreendedorismo aqui e no mundo inteiro. O SEBRAE representa o nosso país neste projeto desde 1999, intitulado Global Entrepeneurship Monitor – GEM (no português, Monitor de Empreendedorismo Global).

Segundo o relatório do GEM de 2017, a palavra empreendedor tem o seguinte significado:

“Empreendedor é aquele indivíduo que realizou esforços concretos na tentativa de criação de um novo empreendimento, como por exemplo uma atividade autônoma, ou uma empresa, seja ela formalizada ou não, bem como a expansão de um negócio já existente”.

Observe a tabela abaixo, retirada do próprio relatório:

empreendedores no brasil

Nota-se que, segundo o GEM, no conjunto de uma população com idades entre 18 e 64 anos, no Brasil e no ano de 2017 (135,4 milhões de pessoas), a taxa total de empreendedores foi de 36,4%.

Logo, a cada 100 pessoas, 36 delas estão de alguma forma empreendendo.

Verificando a estimativa, podemos observar que são quase 50 milhões de brasileiros que “pensam fora da caixa”, em 2017. Ou seja, todas essas pessoas pensaram e fizeram algo projetando em um empreendimento num futuro próximo.

O mais interessante é que existem as seguintes médias, de acordo com este número de empreendedores:

    • 25% de empreendimentos oferecendo serviços novos ou produtos para consumidores finais ou para algum outro comércio;
    • Aproximadamente, com uma taxa de 45%, tem poucos concorrentes ou nenhum;
    • 1,4% possuem empreendimentos que envolvam alta tecnologia;
  • 0,6% empreendem visando o mercado externo.

Nota-se, portanto, que 70% destes empreendedores são simplesmente prestadores de serviços, sendo estes inovadores ou não, presentes em um mercado com uma cultura tradicional.

E uma pequena porcentagem (menos de 2%) são empreendedores que prestam serviços envolvendo tecnologia e inovação.

Existem empresas que estão dentro desses 2% e que integram este cenário brasileiro, as Startups.

Estas empresas trazem ideias inovadoras e diversas ferramentas para solucionar problemas, com bastante tecnologia.

Todos estes dados podem ser comprovados através da revista Isto É, de 20 de abril de 2018. A reportagem infere que, nos últimos anos, o surto de empreendedorismo é devido à crise que o país enfrenta, tanto por falta de alternativas ou por alguma necessidade particular.

A mesma matéria apresenta que o nosso empreendedorismo não possui ambição de criar novos postos de trabalho (serve apenas para sobreviver) e é bem pouco inovador.

Apenas 12% dos empreendedores apresentam produtos inovadores e serviços para o público-alvo. Mas, dentre estes que empreendem desta maneira, estão as Startups.

Startups no brasil

Muitas Startups ainda não possuem CNPJ ou estão iniciando seu trabalho. De acordo com a Agência Brasil, o número estimado de Startups registradas no Brasil compreende cerca de 6 mil. Porém, se fossem contabilizadas as não registradas, o número poderia estar entre 10 e 15 mil empresas.

Estas empresas produzem soluções com alta tecnologia, apresentando processos mais rápidos e com custos bem baixos.

Dentre algumas Startups conhecidas podemos citar a Descomplica, Easy Taxi, Getninjas e Nubank. Este último é o famoso banco digital “roxinho”, sem tarifas e nenhuma anuidade.

Empreendedorismo Digital

Entretanto, o mercado do nosso país ainda não entendeu o potencial dos negócios baseados em tecnologia, presentes no mundo digital.

Isso acontece quando mencionamos o termo empreendedorismo digital.

O empreendedorismo digital ocorre dentro do mundo virtual, utilizando a internet como meio de viabilizadora de negócios.

Empreendedores digitais não são nenhuma novidade em muitos países, mas aqui no Brasil ainda está bem abaixo dos grandes países desenvolvidos.

Preste atenção agora!

O que isso significa, então?

Que o mercado brasileiro está totalmente aberto e esperando você empreender na internet, dentro deste mundo digital e tecnológico!

Dá para você explorar um grande território e com extensas possibilidades para criar um negócio promissor, onde lá na frente sua iniciativa poderá fazer uma grande diferença para a população brasileira.

Aplicativos para encontrar profissionais qualificados, chamar transporte particular ou assistir a filmes, cursos online de todos os tipos, blogs e e-commerces. Tudo isso ainda é uma super novidade para milhares de pessoas por esse país.

Portanto, pense em estratégias que foquem no empreendedorismo digital! Isso vai dar certo, os dados estão aí, agora só basta você tirar sua ideia no papel!

Ok, mas por que o empreendedorismo é importante para o Brasil?

Já é sabido que os postos de trabalho tradicionais estão perdendo lugar para processos automatizados/tecnológicos.

Portanto, empreender é a solução compatível com o futuro que é apresentado para nós!

Ademais, sabemos que a carga tributária que pagamos por cada funcionário, no nosso país, é super alta. Isto impede a criação de novos postos de trabalho. É por isso que muitas empresas demitem seus funcionários quando o país passa por uma crise.

Você tem que sobreviver, certo?!

Devido a isso tudo, as leis trabalhistas brasileiras estão sendo encaminhadas para prover mecanismos literalmente legais para terceirizar a mão de obra.

Da mesma maneira, o governo brasileiro implementou diversas políticas que permitem a regulamentação de pequenos e microempreendedores, como o Simples, Super Simples e o MEI.

Ao serem criadas, o governo tira milhares de empreendedores da informalidade, onde estes agora possuem CNPJ e usufruem de direitos jurídicos.

O governo criou alíquotas de arrecadação para todo tipo de categoria. O pagamento de uma taxa dá ao pequeno e microempresário total garantia de estar com o INSS pago e o possibilita ter uma aposentadoria futura – entre diversos benefícios que, anteriormente, cobriam apenas o trabalhador que tivesse carteira assinada.

Além disso, você já pensou em empreender para ajudar a sociedade?

O que é empreendedorismo social?

O empreendedorismo social é uma maneira de empreender onde se tem como objetivo principal produzir serviços e bens que auxiliem a sociedade local e global, focando nos problemas sociais e na sociedade que enfrenta todas estas mazelas mais de perto.

Este tipo de empreendedorismo busca resgatar as pessoas que passam por algum risco social e tenta melhorar a condição de vida da sociedade, através da geração de capital social, emancipação social e inclusão, sem focar no lucro.

Crescimento do empreendedorismo no Brasil e casos de sucesso

crescimento do empreendedorismo no brasil

Como podemos ver até aqui, o empreendedorismo no Brasil foi muito estimulado pela crise financeira. Portanto, cada vez mais as pessoas querem abrir os seus próprios negócios pela falta de renda (e bem menos pelo surgimento de oportunidades).

Um outro fator que justifica este fato são os dados referentes aos principais sonhos dos brasileiros.

Na pesquisa da GEM de 2016, em parceria com o Sebrae, empreender foi o quarto maior desejo brasileiro.

Esta grande vontade de ter o seu próprio negócio é maior do que viajar para o exterior, ter um diploma de ensino superior e, inclusive, trabalhar em empresas privadas.

O sonho de empreender só fica atrás de viajar pelo Brasil, ter uma casa própria e adquirir um carro.

Muito interessante, não é?!

Um outro ponto que impressiona é no que diz respeito ao fato de que 81% do empreendedorismo no Brasil é representado pelas microempresas. Todavia, apenas 16% do total de empresas no país são de pequeno porte e 3% de médio e grande porte.

Falando em questões geográficas, um outra característica do empreendedorismo no Brasil é que a maioria dos empreendimentos estão localizados na região Sudeste (51%). O restante está distribuído da seguinte maneira: 22% na região Sul, 15% na região Nordeste e 12% nas regiões Centro-Oeste e Norte.

Nota-se que o sonho dos brasileiros em ter o seu próprio negócio já é uma grande realidade e o Brasil está apto a acolher todos os microempreendedores e suas ideias.

Agora é só começar e pensar como um empreendedor!

Ou seja, pense em coisas grandes e dê o primeiro passo, pois é assim que grandes empresários e empreendedores começaram as suas carreiras.

Quer ver alguns casos de sucesso?

Flávio Augusto Silva: carioca e empreendedor brasileiro de sucesso, admirado por todo o Brasil. Desde os 23 anos empreende e fundou a escola de inglês Wise UP, sem sequer falar uma palavra do idioma. Mas ele tinha e tem uma habilidade tamanha em vendas e grande capacidade de conectar o cliente ao seu produto;

Alexandre Costa: aos 17 anos, após trabalhar enchendo pneus e vendendo cosméticos de porta em porta, começou a vender ovos e trufas de chocolate artesanais nos comércios de alimentação pela sua cidade. Mais tarde, este pequeno negócio seria conhecido como a grande empresa de chocolate Cacau Show;

Mike Krieger: você conhece o Instagram? O engenheiro de software brasileiro Mike e seu sócio criaram a rede social mais acessada na atualidade. Em 2012, a plataforma foi vendida para o Facebook por US$ 1 bilhão;

Show de bola, né?!

Nós, da Empreenda Ecommerce, ajudamos empreendedores a iniciarem suas carreiras e damos o suporte necessário para todos irem bem longe.

Veja aqui a história da grande mulher Regiane Magalhães, que hoje é empreendedora digital e aumentou sua autoestima graças ao empreendedorismo. Assista também este vídeo e conheça o Pablo, que já faturou 3 mil por dia com o empurrão da Empreenda Ecommerce.

Bem legal, sabemos.

Mas você já sabe quais são os seus benefícios ao se tornar um empreendedor?

Prepare-se que lá vem coisa boa!

Vantagens de ser um empreendedor

1- Horários bem flexíveis

Trabalhar para si mesmo lhe permite trabalhar no seu tempo, com o horário bastante flexível.

Sabemos que, num trabalho dito tradicional, as horas de trabalho nem sempre são produtivas, por isso um empreendedor e dono do seu próprio negócio pode utilizar suas horas diárias de trabalho realmente voltadas para o seu negócio, sem estipular uma quantidade de horas exata para trabalhar.

Mas não se engane, pois o trabalho não será menor! Na maioria das vezes é até ao contrário.

2- Liberdade e autonomia

Todo o tempo trabalhado será controlado por você mesmo, sem ter um patrão atrás lhe dizendo o que e quando fazer.

Se você empreendedor dentro do ramo que você realmente ama, sua qualidade de vida irá aumentar consideravelmente, lhe dando mais foco no negócio.

3- Lucros

Às vezes abrir um negócio necessita-se de um investimento inicial, todos sabemos. Porém, é correto afirmar que quando trabalhamos por conta própria todos os rendimentos e lucros posteriores ficarão para o empreendedor. Claro, caso este não tenha algum sócio.

Quanto mais garra, esforço, foco, estudo e vontade de empreender você tiver, mais longe irá. Portanto, o salário nunca será pré-definido, sem limite nenhum!

Dicas infalíveis para todo empreendedor seguir

    • De preferência, comece um negócio que seja prazeroso, assim você será mais feliz e competitivo. Entretanto, às vezes escolher o melhor para sua empresa nem sempre é fazer o que mais você queria no momento;
    • Coloque a razão sempre à frente da sua emoção, assim todas as dificuldades serão pensadas para obter uma resolução correta e calculista. Quando as emoções entram em cena, tudo pode ir por água abaixo;
    • Honestidade e transparência acima de tudo! São esses os maiores pilares para a construção e o desenvolvimento de um empreendimento. Com isso, você aumenta a sua credibilidade e, claro, suas vendas;
  • Valorize toda a sua equipe, pois sem eles você não será nada. Já ouviu a frase “ninguém trabalha sozinho”? Pois é a maior realidade, leve isso por todos os dias trabalhados e reconheça as capacidades e competências de todos da sua equipe;
  • Leitura indicada: Livros para Empreendedores: Mude o seu Mindset com Apenas 5 Dicas.

Para fechar com chave de ouro!

Observamos que o empreendedorismo no Brasil está de portas abertas para você. Sim, você mesmo! Com uma boa ideia, determinação e pensando “fora da caixa” é possível, sim, virar um empreendedor de sucesso.

É possível também mudar a sua vida e a vida de pessoas!

Notamos que empreender focando em tecnologia e internet é o ramo mais promissor da atualidade, visto todas as pesquisas sobre empreendedorismo no nosso país. Portanto, foque em negócios que possuem como ponto chave a internet!

Seja inovador e tenha foco, seja livre e dono do seu próprio negócio!

Faça como os casos de sucesso que comentamos aqui neste artigo: comece! Abra mão dos seus medos e se jogue neste mundo maravilhoso sem precisar de um patrão e com lucros sem limites!

Nós, da Empreenda Ecommerce, lhe convidamos a conhecer a história inspiradora do Marcel, ex-caixa de supermercado que hoje recebe um salário de médico apenas com sua loja virtual.

Quer conferir tudo isso? É fácil, basta clicar nesse link.

Aprenda com quem sabe do assunto.

Faz parte da equipe de conteúdo da Empreenda Ecommerce. A curiosidade a fez “especialista em assuntos aleatórios” – sabe de tudo um pouco, pois ela não para de estudar novos assuntos. Escreve desde os nove anos de idade e hoje se orgulha dos vários livros publicados.