descrição de produto

Quando criamos um e-commerce, nosso foco inicial é montar o site, visual e operacionalmente, escolher os produtos e fornecedores com os quais trabalharemos… Porém, muitas vezes, nos esquecemos de caprichar na descrição do produto.

Aí bate o desespero: preciso de dar muitos detalhes na descrição do produto?  Escrever de forma divertida? Formal? Longa? Curta?

Se você está nesta parte do processo de criação de sua loja virtual, ou se já tem um site em funcionamento, mas precisa melhorar os descrição dos produtos, este artigo é para você.

Você também pode utilizar os atalhos abaixo para acessar o conteúdo:

Introdução: O impacto de uma boa descrição do produto

Agora imagine a descrição de um hambúrguer à venda assim:

“Sanduíche com dois hambúrgueres industrializados, molho com gosto de cheddar, micro pedaço de queijo, um pouquinho de alface rasgada, 3 rodelas de pickles e uma rodela de cebola, num pão com semente em cima”.

Deu água na boca?

Então vejamos a descrição antológica, cantada, do Big Mac (pode cantar junto, nós deixamos):

“Dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, cebola, pickles e um pão com gergelim”.

A não ser que você seja vegetariano, ficou com água na boca, não é mesmo?

E não é para menos. Uma boa descrição faz o consumidor querer experimentar, provar, tocar, vestir.

Cria um objeto de desejo, e este desejo só será saciado quando ele comprar o produto.

Portanto, dizer que a descrição do que você vende ou faz é importante, é dizer pouco. É essencial que a descrição do produto ou serviço seja ótima, pois ela conecta o cliente com os produtos.

Mas como fazer isto em seu e-commerce, se você quer trabalhar ou já trabalha com vários produtos diferentes, como no Drop Shipping, por exemplo?

Como escrever uma boa descrição do produto em 4 dicas que você pode aplicar hoje mesmo!

1. Conheça seu público para acertar na mensagem da descrição do produto

conheça o seu público

Mesmo que seu e-commerce venda vários produtos diferentes, precisa haver um público alvo ali. O que podemos recomendar é: varie os produtos, mas tente manter uma coerência na sua loja virtual.

Vamos ilustrar com alguns exemplos, para que fique mais clara a ligação entre público alvo, produtos à venda e forma de descrevê-los.

Exemplo 1:

Um site de artigos de esporte. Seu público alvo são esportistas, tanto faz se é homem ou mulher.

Você pode trabalhar com quantos produtos quiser deste segmento. Sua linguagem mostrará o que os esportistas procuram: conforto, qualidade, performance, adaptação à anatomia, durabilidade…

Exemplo 2:

Um site feminino. Seu público são mulheres, e você vai colocar diversas categorias: roupas, acessórios, maquiagem, utensílios de cozinha.

Loja genérica, público único: mulheres. Sua linguagem mostrará o que elas procuram: beleza, qualidade, conforto, moda…

Exemplo 3:

Seu site é voltado para brinquedos infantis. Mas seu público são os pais/mães dessas crianças.  

Você pode colocar brinquedos variados, numa faixa etária de 0 até pré-adolescentes. Mas a linguagem precisa ser para alcançar os pais, falando de segurança, resistência de material, benefícios para aprendizagem, imaginação…

Portanto, conhecendo seu público alvo – ainda que em linhas gerais – e o que ele quer, você poderá se comunicar de forma que ele perceba a existência de sua loja e seus produtos – e tenha mais chances de efetuar a compra.

2. Use os cinco sentidos para descrever o produto

Existem inúmeras formas de fazer uma boa descrição do produto, mas as melhores são as que causam alguma emoção para quem as lê.

Utilize palavras que descrevam sensações, lembranças, ou “objetos de desejo” do seu cliente.

Para que isto aconteça, usamos palavras que descrevem (adjetivos) e verbos que sugerem ações, convidando o cliente a “entrar na cena” que você escreveu para explicar o produto.

Usamos os cinco sentidos para que a pessoa que lê “sinta no corpo” o que você descreve.

Os cinco sentidos são:

  • Visão:

Brilhante, colorido, opaco, nítido, cores vívidas, cores pastel, são adjetivos relativos ao sentido da visão.

Ver, parecer, olhar, aparecer, obscurecer, avivar, reavivar, são verbos ligados à este sentido.

  • Tato:

Suave, macio, agradável, ardido, pesado, grosso, liso, áspero, leve, poroso, gelado, quente, pegajoso, fresco, refrescante, são alguns adjetivos ligados ao tato.

Aquecer, esfriar, suavizar, refrescar, aliviar, esquentar, moldar, são exemplos de verbos ligados a este sentido.

  • Paladar:

Doce, amargo, salgado, derrete (na boca), dissolve (na boca), picante, cítrico, espumante, frisante, refrescante, morno, quente, frio, gelado, congelado, sabor original, exótico, são exemplos de adjetivos ligados ao tato.

Tomar, beber, sorver, comer, se deliciar, provar, experimentar, sentir, degustar, são exemplos de verbos ligados a este sentido.

  • Olfato:

Odor ou cheiro bom, ruim, podre, agradável, desagradável, aromático, exótico, oriental, doce, cítrico, herbal, suave, forte, duradouro, marcante, residual são exemplos de adjetivos para o sentido do olfato.

Sentir, cheirar, envolver-se, deliciar-se, experimentar, provar são exemplos de verbos ligados a este sentido.

  • Audição:

Ruídos, sons, melodias: harmoniosos, eletrizantes, vibrantes, alegres, tristes, românticos, energizantes, dissonantes, suaves, sutis, fortes, altos, baixos, possantes, ressonantes, dissonantes, são exemplos de adjetivos ligados à audição.

Escutar, ouvir, sentir, pressentir, envolver-se, concentrar-se, conectar-se, são exemplos de verbos ligados a este sentido.

Exemplos práticos

Um exemplo que gostamos de dar é sobre roupas. Compare as duas formas de descrever uma mesma blusa:

Versão A:

Maxi blusa de linha, cor preta, tamanho único, marca X.

Versão B:

A maxi blusa de linha da marca X deixa você elegante em qualquer ocasião.

O toque suave e a qualidade dos fios asseguram a durabilidade desta peça coringa.

Disponível na cor preta, em tamanho único.

____

Perceba que o texto “a” é direto, seco. Só fala de informações básicas.

No texto “b” usamos as informações básicas, mas damos informações sensoriais:

  • Deixa elegante – o que os outros vão ver (sentido: visão)
  • Toque suave como a pessoa sente a peça no corpo (sentido: tato)
  • Durabilidade da peça – o que o cliente espera, como percebe a peça (qualidade, preço, beleza, durabilidade, etc; sentido: tato)
  • Peça coringa – o que o cliente busca, como se “vê” a peça (um investimento e vários usos; sentido: visão)

Da mesma forma, se estamos vendendo comidas, usamos os sentidos. Vejamos duas formas de descrever um mesmo produto:

Versão A:

Torta de frango com palmito: farinha de trigo, gordura hidrogenada, sal, pimenta do reino, peito de frango, palmito em pedaços, cebola, alho, azeitona e especiarias. 250 calorias por 100 gramas.

Versão B:

Experimente nossa saborosa torta de frango, com receita da vovó!

Recheio suculento e macio de frango desfiado, palmito e azeitonas, temperado com ingredientes aromáticos, frescos e selecionados.

A massa é super leve, e derrete na boca!

Ideal para um lanche da tarde.

_____

Enquanto no texto “a” damos informações básicas, repare o texto “b”:

  • Usamos adjetivos para aguçar o paladar, o olfato e as sensações táteis: saborosa, ingredientes aromáticos, recheio suculento e macio
  • Usamos descrições da sensação de quando se come: derrete na boca (paladar, sensação tátil)
  • Usamos adjetivos para falar da qualidade: ingredientes frescos, selecionados
  • Usamos a memória afetiva: receita da vovó
  • Damos uma ideia de consumo, que também sugere reunião com pessoas (afetivo): lanche da tarde

Tudo pode ser descrito utilizando os cinco sentidos, mas lembre-se: sem exageros.

3. Descreva os benefícios, e não o produto

Quem trabalha com vendas gosta de repetir esta frase: descreva os benefícios do produto, e não o produto. Este, aliás, é um dos motivos de precisar saber seu público alvo.

Sabendo com quem você está falando, saberá como falar com ele.

Imagine pessoas que você conhece que tem a característica de seu público alvo: elegante como a minha amiga “x”, aficionado por tênis como meu amigo “y”…

O que você vai falar/oferecer para cada uma dessas pessoas?

Como você vai se dirigir a elas?

Para uma, você oferecerá a elegância, para outro, o conforto.

E pode fazer isto sem nem dizer o que é!

Vejamos como:

Exemplo 1: Em vermelho ousado e com design elegante, esta peça te leva às alturas e destaca você em qualquer ambiente (descrição de uma sapato feminino).

Exemplo 2: Aerodinâmico, anatômico, totalmente respirável, feito com a mais alta tecnologia, esbanja conforto de manhã até a noite (descrição do tênis masculino).

Perceba que não descrevemos o produto em si, mas o que o cliente busca naquele produto.

Só depois especificamos cor, tamanhos disponíveis, material de fabricação, marca.

Este é o segredo de quem cativa clientes: falar na linguagem deles, sobre o que eles querem ou buscam para ter satisfação.

Um exemplo ótimo é do e-commerce www.submundogeek.com, na descrição do produto “de nicho”.

Veja este trecho de uma descrição do produto:

Se você também cresceu assistindo Star Wars e se divertiu montando a sua própria Estrela da Morte com LEGO, temos uma surpresa nostálgica para você!

Estes são os colecionáveis Star Wars!

São 100% compatíveis com peças LEGO (caso você queira dar um upgrade na sua Milenium Falcon que montou em tempos imemoriais) ou para enfeitar sua mesa no escritório!”

descricao de produto loja virtual

O texto remete a memórias afetivas do cliente:

  • cresceu assistindo Star Wars (memória visual), montando o LEGO (memória tátil), temos surpresa nostálgica (oferece algo que vai satisfazer os olhos e o tato), são os colecionáveis Star Wars (quem coleciona gosta de ver a peça, é visual).
  • caso o cliente queira dar um upgrade no brinq1uedo que montou no passado (reviver a sensação de montar o brinquedo, é tátil), para enfeitar sua mesa no escritório (traz para o tempo atual sua memória boa do passado).

Não é fantástico?

Só no final é que vai falar sobre os bonecos (tamanho, formato etc).

O cliente não quer o brinquedo em si. Ele quer as antigas sensações agradáveis de volta em sua vida adulta.

E é isto que você deve escrever.

4. Palavras-chave na descrição do produto: o que são, e para que servem?

Palavra-chave é a palavra que melhor descreve o produto, e pelo qual este produto será procurado nos mecanismos de busca na internet.

Toda vez que colocar um produto em seu site de vendas, coloque pelo menos duas ou três palavras-chave (também pode aparecer como “tags”) para que os mecanismos de busca da internet encontrem seus produtos e seu site.

No texto que descreverá o produto, as palavras-chave precisam aparecer. Caso contrário, os mecanismos de busca podem não encontrar sentido lógico no site, e não mostram a sua página quando alguém busca produtos semelhantes aqueles que você vende.

Exemplo de palavras-chave que podem ser digitadas numa pesquisa:

  • sapato feminino elegante;
  • sapato feminino confortável;
  • sapato feminino tamanho 34;
  • sapatos femininos moda 2017.

‘Sapato’ é uma palavra-chave mais concorrida, porque é genérica. Mas quando damos mais qualidades ou características específicas, essas são as palavras-chave que você pode ter mais chance de conseguir um bom posicionamento.

As palavras-chave servem para buscarmos coisas específicas, para refinarmos a busca.

O cliente tem mais chances de encontrar os seus produtos se você colocar as palavras-chave que descrevam o que ele busca dentro do texto, seja no título, na URL da página, nas tags (se disponível na plataforma de loja virtual que utiliza), no nome da categoria e sub-categoria, e descrição do produto.

Veja neste exemplo:

Na categoria “sapatos femininos” do site encontramos:

“Em vermelho ousado e com design elegante, esta peça te leva às alturas e destaca você em qualquer ambiente.

Scarpin feminino em couro, “marca X”.

Salto 7,5 cm.

Disponível do 35 ao 39.

Cores disponíveis: vermelho carmin e vermelho Bordeaux”.

_____

As palavras-chave que podem mostrar esta página nos resultados de busca podem ser, por exemplo: “sapato feminino”, “Scarpin feminino em couro”.

Ambas aparecem no texto acima, e nas “tags”,  e podem levar o cliente que as digitar ao site, para ver o que está sendo oferecido.

Escolhi produtos muito diversos, isto é um problema?

Não necessariamente, é claro que você terá mais trabalho… mas o importante é manter a coerência entre os produtos da sua loja, como já mencionado neste texto.

Digamos que você esteja com mercadorias em estoque, que ninguém está procurando.

Utilize as dicas acima para melhorar a descrição destes produtos “encalhados”, coloque as “tags” ou palavras-chave para a descrição.

Caso o fluxo de venda deste produto não melhore, será interessante analisar os motivos: sazonalidade, modismo, erro de definição do público alvo…

Se você, entretanto, trabalha ou pretende trabalhar com Drop Shipping, o fato de ter vários produtos que encalhem na vitrine não é um problema.

Afinal, você não precisa fazer estoque com o Drop Sipping, já que sua loja é uma vitrine dos fabricantes/fornecedores estrangeiros.

Se um produto não vender, basta substituir na sua vitrine, sem prejuízo no seu bolso.

Pode manter produtos variados, contanto que a apresentação seja adequada ao público que entra em seu site.

Veja novamente o exemplo do site Submundo Geek:

categorias loja virtual

Lá existem várias categorias: brinquedos e miniaturas (colecionáveis Star Wars); bijuterias, relógios, óculos (Geek estilo); produtos para computador (Tech).

Mas toda a apresentação está voltada para os “geeks, nerds e afins”, pois eles são o público-alvo desta loja virtual.

Conclusão

Portanto, a partir de agora você pode escolher seus produtos de acordo com seu público-alvo, e ir acertando gradativamente sua vitrine virtual, e a descrição dos produtos.

Caso você ainda não faça e não saiba o que é Drop Shipping, convidamos você a conhecer este tipo de e-commerce.

Com ele, seu investimento em estoque é zero e poderá oferecer ótimos produtos, trocá-lo se não tiverem saída, e manter um preço competitivo e ótimos resultados.

Se você nunca ouviu falar, ou quer aprender mais com técnicas pouco conhecidas do mercado, assista esta vídeo aula gratuita e veja todas as vantagens de trabalhar com o método Drop Shipping.

  • OI RODOLFO BOA NOITE JÁ ESTOU COM A LOJA NA SHOPIFY, PRECISO COLOCAR A LOGO E OS PRODUTOS.