cultura-organizacional

Quando iniciamos um negócio próprio no mundo digital, é comum começarmos de forma “solo” e depois percebermos que precisamos de mais pessoas trabalhando conosco, para delegarmos tarefas e continuarmos crescendo.

Se você está iniciando ou já está crescendo, é importante definir qual é a Cultura Organizacional de sua empresa. Mesmo trabalhando agora sozinho, atrás de um computador, você já é, no mínimo, um microempreendedor, e precisa nortear o crescimento de seu negócio da forma correta, para que ele tenha vida longa.

Veja os tópicos que vamos abordar nesse conteúdo:

O que é cultura organizacional?
Qual a importância de se definir a Cultura Organizacional de uma empresa?
Por que preciso definir uma cultura organizacional para meu negócio digital?
Como definir então minha cultura organizacional?
Quais são os seus valores?

Para entender o que é Cultura Organizacional, vamos imaginar uma loja física, ok? Digamos que eu entrasse numa livraria bacana, com espaço para café, almofadões para sentar e ler ali, e visse um belo cartaz espalhado em cada coluna: “Nós amamos ler, e estamos aqui para te orientar em sua viagem pela literatura mundial”.

Em seguida, procurasse um dos atendentes para saber informações sobre um livro que me indicaram, e a pessoa me respondesse (sem olhar na cara): “não sei te informar. Por que não pesquisa no Google”?

Para completar, outro atendente, ao me ver sentada num dos almofadões folheando um livro, chegaria para mim dizendo que se eu quisesse ler tinha que comprar.

Essa cena não te parece errada?

Esse exemplo nonsense mostra o que seria uma empresa sem Cultura Organizacional efetiva. Os gestores da livraria idealizaram uma livraria com espaço de leitura,  funcionários que também amassem ler e pudessem orientar os clientes.

Mas o que vemos na cena são funcionários sem a mínima noção do que algum dia os gestores tenham planejado para a livraria, que não vestem a camisa da empresa, ou seja, não participam dos objetivos e diretrizes ou nem os conhecem, e só trabalham para receber o salário ao final do mês.

Agora que você já consegue reconhecer uma empresa sem Cultura Organizacional, vamos entender melhor o que é isso.

O que é cultura organizacional?

Cultura Organizacional é a identidade corporativa da empresa. É uma série de valores, padrões de qualidade, de comportamento e de ações que dão foco para todos os que fazem parte da empresa, para trabalharem alinhados a fim de alcançarem o mesmo objetivo.

Para a sociologia, cultura é “todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem como membro da sociedade” (Edward B. Tylor).

Organização, por sua vez, pode ser definida como um sistema criado pela empresa, definindo processos, hierarquia, padrões de qualidade e ética, cargos e funções de cada um.

Portanto, quando falamos de Cultura Organizacional, estamos implementando um processo lógico de organização com um componente essencialmente humano, baseado em valores e crenças dos fundadores da empresa, que eles esperam ver replicados por cada colaborador.

Se a nossa livraria do exemplo acima estivesse com sua Cultura Organizacional enraizada na equipe de colaboradores, o tratamento poderia ser assim: ao perguntar ao atendente sobre determinado livro, ele me diria “ótimo livro, senhora. Se não se importa, vou chamar o Ricardo, ele acabou de ler, e pode lhe passar informações mais precisas”.

Talvez, se eu estivesse sentada no pufe, lendo um livro de gestão de empresa, um dos funcionários chegasse sorrindo com mais 3 livros na mão, e me dissesse: “ vi que a senhora tem interesse pelo assunto, e trouxe este aqui para que possa ver se é de seu interesse. Os clientes têm gostado muito deste aqui, mas eu li o de capa verde, e adorei”.

Qual a importância de se definir a Cultura Organizacional de uma empresa?

Ao definirmos a cultura organizacional, abrimos caminho para que a empresa alcance seus resultados desejados.

Já ouviu aquela frase: “para quem não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve”? Uma empresa sem cultura organizacional funciona de qualquer jeito, contrata qualquer pessoa, deixa a equipe funcionar como quiser… e vai à falência em pouco tempo.

Já uma empresa que definiu sua Cultura organizacional:

  1. Tem uma liderança que veste a camisa e dá o exemplo de como o resto dos colaboradores deve trabalhar, agir, pensar, tratar as outras pessoas…
  2. Sabe qual é o perfil de colaboradores que se encaixa no trabalho que a empresa desenvolve, e instrui o RH a selecionar as pessoas certas;
  3. Tem um código de ética a ser seguido;
  4. Tem definido se é uma empresa inovadora ou tradicional;
  5. Desta forma também consegue definir se quer um time de curta duração (inovador) ou um time mais experiente (conservador);
  6. Trabalha com liderança positiva, valorizando os pontos positivos de cada colaborador, e direcionando-os para setores em que eles darão o seu melhor;
  7. Consegue definir, portanto, se trabalha sempre com novos produtos e serviços, ou se seu compromisso é em manter a qualidade de um produto/ serviço já consagrado.

Por exemplo, a Apple é uma empresa de perfil inovador.  Tem uma equipe jovem, criativa, e sempre oferece novos produtos ao mercado. Dentro da empresa, existe espaço para a criatividade e o ócio criativo, e não temos um “relógio de ponto”, por exemplo.

Já uma instituição bancária terá um perfil mais conservador. Ainda que hajam inovações (internet banking, conta digital etc), tudo é feito para manter os serviços tradicionais de um banco funcionando. Os funcionários, por sua vez, tem horários fixos de trabalho, de segunda a sexta – ainda que a modernidade afaste consideravelmente os clientes das agências.

Por que preciso definir uma cultura organizacional para meu negócio digital?

Porque só assim você terá bem claro o que faz (oferece produtos ou serviços), como faz (controle de qualidade), quem é seu cliente (público alvo), qual é o perfil de pessoas que vai querer trabalhando com você no futuro.

Mais importante ainda, terá a resposta para si mesmo sobre o que te motiva a continuar com seu negócio. Com o que você contribui para seus clientes, para sua comunidade, para seu país, para o mundo?

Digamos que você tenha uma loja virtual de produtos para veganos e vegetarianos. Você só terá em suas prateleiras virtuais produtos que sejam naturais ou mesmo orgânicos, livres de agrotóxicos e químicos, que não forem testados em animais, nem feitos de animais (no caso de veganos). Suas embalagens serão recicláveis para impactar menos o meio ambiente, pois você quer preservar o planeta terra. Quem for trabalhar com você precisará estar alinhado com tudo isso que você acredita, ou trabalhará contra você, em algum ponto do processo.

Como definir então minha cultura organizacional?

Para definir a cultura organizacional de seu negócio é preciso entender e definir: a missão, a visão e os valores de sua empresa. É a partir daí que você realmente consegue fazer seu planejamento estratégico, orientar seus funcionários e prospectar clientes.

Pense grande, e defina para sua empresa o que é cada um deles, anotando num papel tudo o que espera de seu negócio (isso ajuda a fixar e tornar concreto para você). Para te ajudar, vamos definir o que é missão, visão e valores. Descreva cada um deles para seu próprio negócio.

Está pronto?

Missão

A missão de uma empresa, segundo Peter Drucker, é o que a define e o motivo de sua existência. Para entender qual é a missão de sua empresa, defina:

  • O que a empresa faz ou deve fazer?
  • Para que ela deve fazer?
  • Para quem ela deve fazer?
  • Onde ela deve fazer?
  • Qual a responsabilidade social que deve ter?

No exemplo da loja virtual de produtos vegetarianos ou veganos responderíamos:

1- A empresa vende produtos naturais, sem agrotóxicos e químicas, cruelty free, feitos de maneira sustentável, reciclável e sem mão de obra escrava;

2- A empresa escolheu trabalhar assim para proporcionar aos clientes a possibilidade de escolher por uma alimentação saudável, sem comprometer a vida animal, sem impactos negativos no ambiente ou na sociedade;

3- A empresa trabalha para atender pessoas que não suportam a ideia de ter que matar para se alimentar, e que buscam produtos saudáveis, que não contaminem ou prejudiquem o meio ambiente e que impactem positivamente na vida das pessoas que produzem esses produtos;

4-  A empresa deve trabalhar como uma loja virtual, que atenderá clientes em todo o Brasil;

5- A empresa buscará parcerias com produtores locais de cada região, e com fornecedores que obedeçam aos itens 1 e 2;

6- A empresa entende que é sua responsabilidade social promover a cultura de retorno a uma alimentação mais saudável, livre de químicos, com educação ambiental e apoiando os pequenos produtores.

A missão desta loja veggie então pode ser traduzida por “Levar até você produtos naturalmente saudáveis, que não agridam seu corpo nem a natureza”.

Perceba que conseguimos ver a identidade da empresa quando definimos a missão. Obviamente, conforme o tempo avança, é necessário adaptar-se ao mercado.

Quando a equipe está alinhada com a missão da empresa, ela veste a camisa, seja na hora de buscar novos produtos, ao comunicar-se com os clientes, ao trazer novidades para o negócio.

Visão da empresa

A visão da empresa complementa a missão. Para ter visão é preciso ser um visionário, imaginar o futuro. Aonde você quer que sua empresa esteja daqui a seis meses, um ano, cinco anos?

Se você tem clara a missão, conseguirá visualizar não só o futuro, mas a “ponte” que o levará até ele.

A ponte é composta por formas de agir, direcionar ações e colaboradores, focadas na missão que a empresa acredita.

A visão da empresa precisa estar na mente de quem fundou e também de quem colabora com ela. Responda:

  • Como você vê seu negócio a longo prazo?
  • No futuro, onde seu negócio pretende estar?
  • No futuro, qual é o público que ela pretende atender?
  • No futuro, qual é o produto que ela quer oferecer?
  • Como seu negócio será visto pelos clientes?
  • Como essa  visão é possível de ser alcançada?

No exemplo da loja veggie, o dono do negócio poderia responder:

“vejo meu negócio alcançando todo o território brasileiro, com nosso site de vendas sendo referência para novos empreendedores com missão semelhante. A comunidade vegana e vegetariana terá acesso a produtos de qualidade, nos padrões exigidos por ela, de pureza e baixo impacto ambiental, e incentivando os pequenos produtores de cada região. Essa visão pode ser alcançada buscando parcerias com produtores locais, pequenas cooperativas e empresas com a mesma missão que a nossa”.

Ou simplesmente: “sermos reconhecidos pela comunidade veggie por nossos padrões de qualidade, baixo impacto ambiental e agricultura sustentável”.

E no seu caso, qual é sua visão?

Valores de uma empresa

Agora vamos ao terceiro conceito: valores da empresa. Os valores são as motivações pelas quais a empresa segue em frente, mantendo o foco em seu objetivo.

Os valores podem ser expressos através de uma filosofia, atitudes e crenças que permeiam as regras de conduta dos funcionários, a fim de cumprirem a missão da empresa e alcançarem a visão dos fundadores.

  • Quais são os princípios fundamentais da empresa?
  • Qual é sua ética organizacional?
  • Qual sua filosofia em uma frase?

Voltando à nossa loja veggie, os princípios fundamentais poderiam ser definidos como respeito à todo ser vivo e à natureza.

Como ética organizacional, garantir a procedência de seus produtos orgânicos, ajudando sempre pequenos produtores, e orientar tanto seus colaboradores quanto fornecedores para a preservação de recursos ambientais, baixa produção de lixo, etc.

Sua filosofia seria “Respeito à natureza e á você, orgânicos do produtor para sua casa”.

Quais são os seus valores?

Sabendo, portanto, a missão, a visão e os valores de sua empresa, você conseguirá entender e visualizar qual é a sua cultura organizacional. Seu próximo passo será definir metas de curto, médio e longo prazo, com base nessas premissas, para que seus objetivos como empresa se tornem realidade.

Se você quiser aprender mais sobre gestão de negócios, marketing e empreendedorismo, acompanhe as novidades em nosso blog do Empreenda Ecommerce em primeira mão, inscrevendo-se em nossa lista de e-mails.

Avatar
Faz parte da equipe de conteúdo da Empreenda Ecommerce. A curiosidade a fez “especialista em assuntos aleatórios” – sabe de tudo um pouco, pois ela não para de estudar novos assuntos. Escreve desde os nove anos de idade e hoje se orgulha dos vários livros publicados.