como descobrir tema no shopify

Descobrindo o tema do seu concorrente

Vamos explicar neste artigo como descobrir qual o tema de lojas Shopify que você admira ou até mesmo o tema do seu concorrente.

Essa busca vai ajudar você a ganhar tempo se por acaso já tiver visitado uma loja Shopify que gostou muito do funcionamento (da estrutura do tema) e quer usar o mesmo tema, mas não sabe qual é.

Passo a passo de como descobrir:

  1. Acesse a loja que você quer descobrir o tema.
  1. Clique no botão direito do seu mouse e depois clique em “Exibir código fonte da página”:
  1. Você terá acesso ao código de programação da loja, incluindo a informação do tema escolhido. Nesta etapa, você deverá buscar pela palavra-chave “.theme”. Um atalho de busca se você usa Windows é clicar no teclado “Ctrl” + “F”. No Mac é “Command” + “F”. 

Como você pode ver na imagem acima, há mais de um resultado para “.theme”. Você deve buscar pelo que na linha está escrito “name” (nome). 

 No caso do exemplo, o tema usado na loja é o “React”. 

Por fim, vale dizer que algumas lojas mudam o nome do tema da loja, ou seja, mesmo tendo selecionado o tema “React” ou qualquer outro tema para lojas Shopify, podem ter personalizado esse nome – inclusive para que os concorrentes não descubram que tema usam. 

Na dúvida se uma loja mudou o nome do tema ou não, é sempre válido verificar o código fonte do e-commerce para ver o que está escrito no campo de nome do tema. 

Shopify: o que é e por que vale a pena usar 

Você já se deparou com a situação de querer montar uma loja online, mas não tem a menor ideia de como começar? Ou até mesmo tem conhecimento das etapas de criação e manutenção de um e-commerce, mas infelizmente não possui recursos e equipe para executar?

Se você se identifica com essas situações, fique tranquilo, pois você não está sozinho.

Criar uma loja virtual de fato não é nada fácil. Você precisará de um domínio, servidor, designer, programador front-end (aquele que programa tudo o que é visível no site), programador back-end (o que cuida de tudo que está por trás do que o usuário vê), ambiente de teste, processamento de dados, segurança dos dados, suporte, atualizações, e infinitos outros detalhes. 

Fazer tudo isso é caro e muitas vezes as pessoas não têm equipe, dinheiro ou não querem investir tanto. Querem testar um negócio e, se funcionar, crescer gradativamente de maneira sustentável e segura.

É aí que a Shopify entra como solução para você montar uma loja de forma simples, prática e rápida.

A Shopify é uma plataforma que oferece todos os recursos necessários para você ter um e-commerce. Ela já traz todo o “esqueleto” da sua loja e você precisa apenas “vestir” esse esqueleto, colocando a sua marca, produtos e personalizando alguns detalhes que tornarão a sua loja única. 

O gerenciamento e cadastro de produtos é extremamente simples e intuitivo e você terá acesso a um painel com todos os dados de vendas, de acesso e informações sobre os seus clientes. 

A Shopify também já otimiza a sua loja para SEO, oferece ferramentas de divulgação, possui suporte 24h/7 dias por semana e integra a sua loja com os principais gateways (provedores) de pagamento, como o MercadoPago, PagSeguro e PayPal, por exemplo. 

Em outras palavras, com a Shopify você consegue transformar o seu sonho de ter um e-commerce em realidade

E quanto custa para ter tudo isso? Bem, essa resposta varia basicamente do volume de vendas que você espera ter e a profundidade dos relatórios que você deseja analisar. 

Atualmente a Shopify possui três planos, como você pode ver na imagem abaixo:

Repare com atenção na linha “Taxas de transação” (última linha). Isso é a comissão que a Shopify vai ficar por cada venda que você fizer. 

Para quem está começando um negócio, o plano básico (Basic Shopify) é mais adequado, pois o preço mensal é menor – 29 dólares por mês. 

Mesmo que a taxa de transação seja maior, 2,0%, neste plano você tem a oportunidade de testar o seu projeto sem gastar tanto

Conforme a sua loja for vendendo mais, você poderá mudar de plano. É uma questão mesmo de fazer contas, vendo o que compensa mais: pagar um valor fixo menor ou maior por mês (a linha “Preço mensal”) X uma taxa de transação maior ou menor.  

Principais pontos que você deve saber

Se você estiver decidido a testar a plataforma Shopify, é importante comentar que você terá 14 dias de teste gratuito. Esse tempo pode ajudar você na etapa de construção da sua loja. Por isso, para aproveitar ao máximo esse tempo grátis, é recomendável que você já tenha alguns pontos definidos antes de criar uma conta na Shopify, como a sua marca, identidade visual, produtos que vai vender e público que deseja atingir. 

Domínio Shopify

Todo mundo que pretende ter uma loja online vai precisar de um domínio. O domínio é o seu “endereço virtual”, o lugar onde os seus usuários encontrarão você e apenas você, como o endereço físico de uma casa. 

Quando você cria uma loja na Shopify, você criará um domínio Shopify, como se fosse o seu “RG” na Shopify. Você pode personalizar o seu domínio Shopify, mas todos os domínios terão o fim “.myshopify.com”.

Exemplo de domínio do Shopify: sualoja.myshopify.com

Esse domínio Shopify pode ser associado a um domínio existente, que deixará sua loja mais profissional. Exemplo: sualoja.com.br

Você pode comprar o seu domínio na própria Shopify (https://pt.shopify.com/dominios) ou em outros site como Registro.br (https://registro.br/) ou GoDaddy (https://br.godaddy.com/). 

Você pode mudar quantas vezes quiser o domínio da sua loja na plataforma Shopify. Ou seja, se você criar uma loja, testar e mudar de ideia, criando uma outra loja com outro nome e produtos. Mas o seu domínio Shopify (seu RG na Shopify) permanecerá o mesmo. Isso seus clientes não irão ver, assim como você não conta qual é o seu RG para todo mundo, não é mesmo? 

Outro ponto bem importante ao criar uma loja na Shopify é selecionar o tema que você vai usar. 

Tema Shopify

O tema funciona como se fosse o esqueleto do seu site. É a estrutura que você vai customizar com a sua identidade visual, texto, produtos, aplicativos (logo mais explicaremos sobre isso), menu, rodapé, etc. 

Assim como você poderá mudar o domínio que o seu cliente vai ver, você também pode escolher um tema e mudar posteriormente. Mas se fizer isso, lembre-se que terá novamente o trabalho de customização.

temas gratuitos, como o Debut, Simple, Minimal e Jumpstart, e diversos outros pagos. Se você optar por um tema pago, esse valor será um investimento único, ou seja, você compra e não precisa pagar nada mais no futuro para continuar a usar. 

Na lista completa de temas da Shopify (https://themes.shopify.com/) você poderá ver todos os temas e até filtrar por tipo de negócio: loja de eletrônicos, jogos e brinquedos, comida e bebida, etc.  

Tendo escolhido um tema e instalado na sua loja, você terá muita flexibilidade de customização e poderá até mesmo mexer no código dele. Mas se código de programação for algo que você não se garante e parece uma “sopa de letrinhas”, os aplicativos para lojas Shopify solucionam o seu problema!

Melhorando a sua loja com aplicativos Shopify

Uma forma simples de entender os aplicativos para lojas Shopify é como se fosse uma peça nova que você acopla em um carro que veio pré-pronto de fábrica. É uma customização a mais que você insere no tema da sua loja, como um espelho retrovisor maior que permitirá você ter uma maior área de visão. 

São diversos aplicativos disponíveis que solucionam as mais variadas necessidades e permitem que sua loja fique mais personalizada e até mesmo mais otimizada para vendas. Você pode instalar um aplicativo, testar e se não gostar, simplesmente desinstalar. 

A Shopify possui uma loja de aplicativos oficiais da Shopify que para estarem lá passam por rigorosos critérios de seleção, incluindo segurança dos dados e confiabilidade da empresa que desenvolveu o aplicativo.  

Cada vez mais a Shopify organiza a loja de aplicativos conforme o que recomendam ser os melhores apps e exibem as sugestões de forma regionalizada, ou seja, as sugestões para lojas nos Estados Unidos são diferentes das do Brasil.

Um exemplo de regionalização é o aplicativo APP Parcelamento, que é indicado pela própria Shopify para lojas criadas no Brasil. 

Parcelar é um hábito muito comum dos consumidores brasileiros. Em 2018, por exemplo, o uso de cartão de crédito teve a maior alta dos últimos cinco anos, com aumento de 14,5% e um total de R$ 1,55 trilhão em compras.

Se você se interessou pelo APP Parcelamento, você já pode baixar e testar gratuitamente por 15 dias. O APP mostra o valor parcelado dos produtos com juros ou sem juros e muito em breve será lançado um editor de texto para você poder customizar ainda mais o aplicativo conforme as características e necessidades da sua loja Shopify.

Dropshipping como solução de vendas

Uma das etapas mais difíceis quando você está pensando em abrir um negócio na internet é escolher o que vai vender. 

É importante que quando você estiver nesta etapa de planejamento do seu negócio você pense o que vai vender, para quem (público-alvo), a que preço e para quais regiões – o famoso 4Ps de Marketing

Além disso, é sempre bom definir qual será o diferencial da sua loja, a sua proposição de valor – o que vai diferenciar o seu negócio dos demais

Para escolher o que você vai vender, é válido acompanhar as tendências para tentar aproveitar uma onda de vendas.

Exemplo disso foi o fidget spinner, um brinquedo que estourou no mundo todo. Quem começou a vender primeiro no Brasil, de certo fez muito dinheiro!

Uma das grandes vantagens (e economias) de se ter um e-commerce hoje em dia é que você pode vender sem ter que investir em estoque

Isso abre um mundo de possibilidades, inclusive você poder testar diferentes negócios. 

O nome desse sistema de você vender sem ter estoque é dropshipping. Na prática, esse método permite que sua loja seja a ponte entre o produtor e o consumidor final (seu cliente). E mais: seu cliente nem precisa saber que você vende direto do fabricante

A maioria das lojas que usam o dropshipping compram de fornecedores da China, onde o preço dos produtos costuma ser mais barato. 

E o lugar mais famoso para escolher o que vender e selecionar seus fornecedores é o site Aliexpress.

No Aliexpress você poderá entrar em contato diretamente com os produtores, negociar preço, pedir para inserir a sua marca nos produtos e até mesmo pedir amostras para você ver de perto o que venderá para os seus clientes. 

Quem cria um site usando o sistema dropshipping pode cuidar do negócio de qualquer lugar do mundo que tenha acesso à internet. Você pode se tornar um nômade digital, por exemplo, e viajar por diversos países. Já pensou nisso? 

Mas atenção: algo que você deverá olhar com calma é no planejamento estratégico e plano tático de marketing do seu negócio.

Uma loja só terá vendas se tiver acesso e estar bem preparada (bem otimizada) para converter quem acessar a loja. E para ter acesso e conversão, você deverá pensar em como vai atrair usuários para o seu e-commerce e reservar um orçamento para o seu plano tático. 

Avatar
Caio Ferreira é especialista em e-commerce, marketing direto e dropshipping. Criou o curso de dropshipping do Brasil mais completo do Brasil - o Negócio em 21 Dias 2.0 - e ajudou milhares de pessoas a mudarem de vida criando suas próprias lojas virtuais na internet sem gastar nenhum centavo comprando estoque de mercadorias.